A intercessão como união

A palavra intercessão traz a idéia de reunir, aproximar, encontrar, intermediar. Assim, a intercessão é em primeiro lugar um tipo de oração que tem por conseqüência a aplicação da intercessão de Jesus na Cruz. A intercessão reconcilia: ‘Porque Ele é a nossa paz, ele que de dois povos fez um só, destruindo o muro de inimizade que os separava, abolindo na própria carne a lei, os preceitos e as prescrições… Veio para anunciar a paz a vós que estáveis longe, e a paz também àqueles que estavam perto’ ( Ef 2, 14 – 15. 17).

Em sua oração, o intercessor traz esta união com Deus para ele e por quem intercede; ou o intercessor entra em batalha espiritual e vai, através da oração da fé, combater os poderes das trevas. Através da intercessão unidos a Jesus, somos muitas vezes levados a uma batalha espiritual, isto é, a um encontro com o inimigo. E o efeito desta intercessão será o de quebrar, cortar, demolir, desligar.

Na Cruz, Jesus uniu a humanidade com o Pai (‘justiça e paz de novo se darão as mãos’ – Sl 84,11b) mas, demoliu as fortalezas do inimigo. ‘Não são carnais as armas com que lutamos. São poderosas, em Deus, capazes de arrasar fortificações. Nós aniquilamos todo raciocínio e todo orgulho que se levanta contra o conhecimento de Deus, e cativamos todo pensamento e o reduzimos à obediência a Cristo‘ (2 Cor 10, 4 -5).

Deus é infinitamente bondade, misericórdia, ternura, amor e perdão, mas é também um Deus da verdade, da integridade e da justiça. Ele é paz, segurança, repouso e, também, santidade e pureza. Porque Deus é amor, quer tirar de nós todo o mal e nos dar todo o bem. A árvore da Cruz colocou ao nosso alcance os frutos do amor de Deus. Num soberano ato de sabedoria, Jesus realizou a paz pela Cruz. ‘Tudo isso vem de Deus, que nos reconciliou consigo, por Cristo, e nos confiou o ministério desta reconciliação’ ( 2 Cor 5, 18). Porque nos unimos a Jesus na intercessão, podemos aplicar sua Palavra em nossas vidas.

Ele nos confiou o ministério da reconciliação‘. Em outras palavras, através de nossa oração de intercessão, distribuímos o fruto da grande Intercessão realizada por Jesus na Cruz. Levamos as pessoas a Deus através da oração e pedimos a Deus que derrame sobre elas sua misericórdia, justiça, perdão, enfim, que as cure e reconcilie em seu amor. Quando oramos por pessoas individualmente, famílias, nações, pela intercessão exercemos o ministério da reconciliação. Que nossas vidas, como intercessores, sejam coerentes com aquilo que vivenciamos em nossas orações.

A vitória vem da Cruz, onde a misericórdia venceu a condenação; Jesus venceu o demônio; o perdão venceu o pecado; a luz venceu as trevas; a humildade venceu o orgulho, e a vida venceu a morte. Por Jesus, temos acesso junto ao Pai, no Espírito Santo.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.