A Importância Histórica- Religiosa de Jerusalém

A cidade antiga de Jerusalém possui locais santos para os judeus, aos muçulmanos e aos cristãos. No coração da amarga disputa Palestinos -Israel está o Templo de Al-Shariff, o qual é de grande significância histórica neste local. Quais são os pontos que Jerusalém tem considerado?

Herança Religiosa:

O Templo Haram Al-Sharif: Na cidade velha a leste de Jerusalém – os Judeus acreditam ser o local do primeiro e segundo templo na era antiga. Pouco mais abaixo, no lado ocidental, encontra-se o Muro das Lamentações; parte remanescente da parede da construção do templo. Para os religiosos Judeus acreditam ser o local onde acontecerá a redenção, quando na vinda do Messias.

Na mesma área é conhecida pelos muçulmanos como Santuário Nobre. No local existe a Mesquita de Al-Aqsa, local santo para o Islam. O Korão diz que o profeta Maomé ascendeu aos céus deste ponto. A tradição popular islâmica conta que o profeta foi levado de Makkah à Jerusalém em um cavalo alado e então levado ao céu e revelado por Deus como e quando orar.

Existe também o local santo para os cristãos em Jerusalém incluindo a Igreja do Santo Sepulcro, a igreja de S. João Batista e a Via Dolorosa. As igrejas Gregas, Russas, e Armênios; Síria, romanas e protestantes estão representadas na cidade.
O Vaticano, na pessoa do Papa João Paulo II, tem freqüentemente chamado a atenção para a importância especial de Jerusalém considerando de soberania internacional, o que tem sido negado por representantes do Estado.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.