A FESTA DA EUCARISTIA

A Festa do Corpo e Sangue do Senhor é uma data que enche de júbilo e de alegria o fiel católico que ama a Eucaristia.

Nesse dia de “magno júbilo”, a Igreja sai às ruas para festejar solenemente o Cristo Rei Eucarístico. Visto que a Quinta-Feira Santa, dia em que o Senhor Jesus instituiu a Sagrada Eucaristia, está toda ela envolta no mistério da Paixão do Redentor, não é possível externar a alegria que reveste tal acontecimento. Portanto, a Mãe Igreja achou por bem reservar uma data especialíssima para que todos pudéssemos celebrar e nos regozijar de alegria e louvar a Deus pelo inefável dom da Eucaristia. Sair pelas ruas na Solenidade de Corpus Christi, e manifestar publicamente nosso afeto e nosso louvor ao Rei Eterno no Seu Sacramento de Amor. A Festa da Eucaristia deve ser extremamente cara ao nosso coração. Não devemos ter nenhum escrúpulo no sentido de oferecer o que temos de melhor e de mais precioso a Jesus Eucarístico, mesmo no sentido material. “Para Jesus sempre o melhor”, já diziam muitos santos da Igreja.

A Eucaristia é dom infinito, é amor ao extremo, é doação e entrega total, pois nela está contido todo o Sacrifício de Cristo na Cruz pela nossa salvação.

A contemplação e a adoração a Jesus Eucarístico devem produzir em nós um sincero desejo de dar a própria vida em favor dos irmãos e das irmãs, como Jesus mesmo no-la deu, pois Seu Corpo e Seu Sangue são vida para o mundo (cf. Jo 6, 51). Quanto mais nosso coração e nosso olhar se voltarem para a Eucaristia, mais se tornará sensível nossa alma pelas necessidades do próximo. A Eucaristia é impulso para o bem. É a linguagem mais eloqüente de um amor louco e sem medida. Só Deus pode amar assim, mas como filhos e filhas de Deus, criados à Sua imagem e semelhança, podemos e devemos cultivar em nós a dinâmica desse amor verdadeiro. Um amor não feito de palavras, mas de ação e vida. A Eucaristia é abismo de doçura, de misericórdia, de ternura, de aconchego… Cada vez que nos aproximamos mais vamos nos tornando parecidos com Jesus; mais nosso ser vai se moldando no exercício da bondade, da candura, da simplicidade, adjetivos estes que só Deus pode nos conceder, pois faz parte do próprio ser divino.

No Tabernáculo está Jesus a nos espera. Quer apenas uma chance para visitar nosso coração e nele fazer Sua morada, para cear conosco a ceia do amor. Mas, não poderá entrar se não lhe dermos a chave do coração. Educado como só Deus saber ser, não invade e nem pressiona, deseja que livremente O amemos e O recebamos em nosso lar, em nosso coração. Eucaristia é isso, Eucaristia é muito mais! É o próprio Deus feito Pão, feito alimento na jornada da vida até o dia eterno em que haveremos de contemplá-Lo face a face no céu. Oxalá naquele dia estejam também nós transformados nesse Bem Supremo. Que a nostalgia deste dia sem ocaso nos leve a amar e a adorar com todo nosso ser a Jesus na Eucaristia.

Ir. Maurinéa Aparecida dos Santos
Pequena Missionária de Maria Imaculada

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.