A Fé

“Fé cristã é uma adesão completa, única e total, exclusiva a Jesus Cristo, Filho de Deus e único Salvador, à sua doutrina e sua Igreja”.

“Fé é Adesão da Inteligência que, mesmo sem compreender, chega a aceitar “Realidade que não se vê”.

A fé é o reconhecimento é a nossa crença na palavra de Deus. É acreditarmos na sua existência e na pujança das suas verdades. Pela fé expandimos a palavra de Deus e dela fazemos resposta para a nossa vida. É o verbo eloqüente que se fez carne e se tomou o Deus homem, pessoal, no meio de nós.

É vivendo a sua palavra que alcançamos a dimensão da realidade do que recebemos, dos benefícios incomensuráveis que Jesus nos oferece. Ela é a verdade complementar que nos faz ver o invisível e que ecoa intensamente dentro de nós.

A fé é a força, o estímulo, a luz interior iluminando e descobrindo os objetivos da mensagem reveladora, que alcança messianicamente o nosso mundo espiritual e nos leva a viver a essencialidade da realidade divina.

Santo Agostinho dizia “eu creio para compreender, e compreendendo para melhor crer”.

A prática da fé nos assegura a certeza da realidade celeste, levando-nos a crer que quanto mais a praticarmos, mais agradáveis somos a Deus: é pelo cumprimento de seus ensinamentos que temos aviventado em nós uma crença mais amadurecida à medida que nos aprofundamos no conhecimento dos escritos bíblicos.

Na perspectiva cristã, entendemos que a fé é um conjunto de verdades ou doutrinas que embasam o conhecimento das virtudes teologais e confirma a nossa confiança formada no poder de Deus e na sua promessa.

A fé é o testemunho autêntico do que professamos e externamos através dos nossos atos e das manifestações de nossas virtudes. Quando exercidas cm convicção, não se torna necessário inquirimos a sua razão de ser, porque ela está e palpitante dentro de nós.

Até o ateu busca a Deus, embora que por outros caminhos. É a fé que muitos não ousam professar mas que a ela se curvam muitas vezes no fim da vida, quando sentem dentro de si a aproximação do julgamento definitivo diante do supremo criador. É preciso que tenhamos fé semelhante à do bom ladrão, quando no Calvário conheceu Cristo como sendo filho de Deus e pelo arrependimento recebeu a recompensa do paraíso.

Em todos os momentos e circunstâncias, a fé é um ato de aceitação, de fundamento para nossa vida espiritual. Representa para nós esteio, vigor, justificação, busca e reflexão, dom de Deus ofertado a todos que abraçam sua doutrina, e cumprem as suas leis.

É pela fé que agradecemos a Deus vivermos pelo Espírito a sua presença em nosso interior. Pela fé, Paulo diz:“eu vivo, mas já não sou eu , é Cristo que vive em mim”(Gálatas 2,20).

Inegavelmente, pela fé acumulamos dentro de nós um tesouro maravilhoso, que é a permanência de Deus, com toda plenitude, ungindo-nos e diretamente nos beneficiando com o seu amor.

“Não sabeis que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá. Porque o templo de Deus é sagrado e isto sois vós”. (1 Coríntios 3,16-17)

É isso que afirma São Paulo, que todos ‘nos somos templo de Deus, onde ele habita, na singeleza do nosso coração.

Quem tem Deus dentro de si exala a sua própria fragrância, irradia e revela a todos a sua beleza e todo o seu amor. Basta, efetivamente, que tenhamos fé e acreditemos em suas verdades que são incontestáveis.

Pela fé, testificamos Deus em nós: por Ele fomos justificados, no madeiro da cruz purificando-nos de toda culpa, de toda injustiça, proporcionando a redenção de toda a humanidade.

A nossa crença em Deus é a expressão maior da confiança na sua palavra. É sabermos que Cristo é filho de Deus e que na paixão do Calvário derramou o seu sangue e enfrentou a morte para nos salvar e, em seguida, ressuscitar dos mortos. Assim, espiritualmente, pode transmitir-se a nossos interiores graças a ação do Espírito Santo, a fim de que com eles caminhemos em direção do pai, nós herdeiros da graça de Deus.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.