A César o que é de César: Cidadãos exemplares

A Igreja, enquanto tal, não tem por missão dar soluções concretas aos assuntos temporais. Segue assim a Cristo, que, afirmando que seu reino não é deste mundo (Jo 19, 36), negou-se expressamente por ser constituído juiz em questões terrenas quando alguns fariseus lhe perguntam maliciosamente se é lícito pagar o tributo a César. Assim não cairemos nunca no que Jesus Cristo evitava com todo cuidado: unir a mensagem evangélica, que é universal, a um sistema, a um ‘César’. Quer dizer que devemos evitar que quantos não pertencem ao sistema, ao partido de César, sintam-se com dificuldades compreensíveis para aceitar uam mensagem que tem como fim último a vida eterna. Com plenitude de direitos e deveres, dar solução aos problemas temporais, formar em nosso redor um mundo cada vez mais humano e mais cristão, sendo cidadãos exemplares que exigem seus direitos e cumprem todos os seus deveres com a sociedade.

O homem é um, com um só coração e uma só alma, com suas virtudes e seus defeitos que influenciam em todo seu agir, e ‘tanto na vida pública como na privada, o cristão deve inspirar-se na doutrina e seguimento de Jesus Cristo’ (Conferência Episcopal Espanhola, Os Cristãos na Vida Pública), que tornará sempre mais humano e nobre o seu agir. O cristão elege suas opções políticas, sociais, profissionais, a partir das suas convicções mais íntimas. E o que contribui à sociedade em que vive é uma visão reta do homem da sociedade, porque somente a doutrina cristã lhe oferece a verdade completa do homem, sobre sua dignidade e o destino eterno a que foi criado. Nosso testemunho em meio ao mundo há de se manifestar em uma profunda unidade de vida. O amor a Deus há de levar-nos a cumprir com fidelidade nossas obrigações como cidadãos; ao contrário, seria uma falta contra a justiça, pois supõe a negação de um dos direitos que, por suas conseqüências frente aos demais, são também deveres.

De Deus é toda nossa vida, nossos trabalhos, nossas preocupações, nossas alegrias… Tudo que é nosso é Dele. Ser bons cristãos nos impulsionará a sermos bons cidadãos, pois nossa fé nos move constantemente a seguir o exemplo de Cristo. O amor a Deus, se verdadeiro, é garantia do amor aos homens, e se manifesta nos fatos.

www.encuentra.com

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.