Na espiritualidade PHN só temos o dia de hoje!

Nós temos descoberto, ao longo desses nove anos de PHN, que o dia de hoje é o dia de fazer a coisa certa. Existem pessoas que vivem o dia de hoje preocupadíssimas. Não adianta você se “pré-ocupar”, ou seja, “preocupar-se antes” com o dia de amanhã. Quem vive assim, na realidade vive desocupado, pois como você vai se preocupar com um dia que não existe?

Cada dia da nossa vida é uma “batalha”; não adianta você ficar preocupado com toda a “guerra”. Vence a guerra quem venceu todas as batalhas, ou a maioria delas, as mais importantes.

A grande inspiração que venho sentindo desde o PHN do início até este ano é que viver o PHN sozinho não dá. Eu preciso de amigos. Deus não entra na sua vida sem você querer. Deus não vai “forçar a barra”, ou seja, forçá-lo a fazer algo. Deus precisa de uma lágrima sua, um sorriso, uma palavra com o sentido de socorro. Ele vê uma brecha, mesmo que pequenininha, e é o suficiente para Ele entrar.

O fato de estar disposto a mudar prova que você já teve anjos e mais anjos, amigos e mais amigos que venceram seu mau humor, sua resistência. Assim o auxílio de Deus chegou até você. Talvez esta pessoa ao seu lado tenha lhe falado de Deus. Eu quero que você reflita: “Eu tenho amigos? Será que por intermédio do meu pai (mãe), meu esposo (esposa), meus filhos (filhas), meu irmão (irmã) tenho percebido que Deus tem falado comigo? Tenho traduzido as palavras dessas pessoas, que são meus anjos, como as palavras de Deus na minha vida?”

Não é fácil dizer “não” ao pecado quando se vive sozinho. Mas quando tenho você do meu lado – para me corrigir, guiar, iluminar – é mais fácil. A partir de dois já entramos na dinâmica de Jesus: “Porque onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, aí Eu estarei no meio deles” (Mateus 18,20). Então, somos três.

Existem palavras que precisam deixar a sua boca? O Espírito Santo está trabalhando em seu interior. Ele quer fazer parar esse pensamento horrível. Deixe-O trabalhar em você.

“Tomai precaução, meus irmãos, para que ninguém de vós venha a perder interiormente a fé, a ponto de abandonar o Deus vivo. Antes, animai-vos mutuamente cada dia durante todo o tempo compreendido na palavra hoje, para não acontecer que alguém se torne empedernido com a sedução do pecado. Porque somos incorporados a Cristo, mas sob a condição de conservarmos firme até o fim nossa fé dos primeiros dias” (Hebreus 3,12-14).

Quem vai ajudar você? Quem está ao seu lado. Vamos lá! Vamos recomeçar!

O pecado paralisa a nossa vida, engessa, faz com que os sonhos de família, de profissão, de filhos travem. Então, vem o amigo e fala: “Vamos lá, meu irmão! Vamos recomeçar!”

Quem quer ser amigo de Cristo? Para sermos amigos de Cristo precisamos permanecer firmes até o fim. Ir até o final. Quando é o fim? Não sei. Mas é preciso ir até o fim.

Muitas vezes você vai dizer que não agüenta mais. E o amigo vai dizer: “Não. Você agüenta, sim!” Deus nunca lhe deu um presente tão lindo na sua vida como essa pessoa que está ao seu lado [amigo].

Coragem, meu irmão. Agüente! É possível!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.