Investir nas qualidades

Muitos buscam a sua própria satisfação nas qualidades que possuem e fazem muito bem. Porém, para nós cristãos esta busca é questão de santidade e salvação.

A psicologia ensina que quando uma pessoa investe em um dote seja este intelectual, cultural, culinário, esportivo ou em qualquer outro potencial, ela encontra um sentido para viver. Sua vida começa a mudar, ela torna-se mais alegre, mais saudável e até mais bonita e realizada. Vence a depressão e muitos outros males físicos e psíquicos.

Nós somos cristãos, e temos algo ainda maior a conquistar: temos em nossas capacidades muito mais que um sentido de vida a buscar, muito mais que um desânimo a superar, muito mais que uma depressão ou solidão a vencer.

Recebemos do Espírito Santo graças especiais para a edificação da Igreja, somos devedores uns dos outros na caridade. Investir nas qualidades que possuímos não é simplesmente questão de saúde ou de um bem-estar particular. É sim, uma necessidade para a salvação pessoal e de muitos que precisam se sentir amados, formados e auxiliados por Deus através de nós.

A Parábola dos Talentos se realiza em nossas vidas. No Juízo Final nos será pedido contas de tudo o que fizemos e deixamos de fazer. Investir, portanto, em nossas qualidades e dotes é encontrar nesta vida a realização pessoal, e na vida eterna, a felicidade de nossas almas.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.