ENTENDA

Como usar a TPM a nosso favor

Saiba como usar a TPM a favor da mulher e seja feliz nesse período

Todo mundo diz, em tom pejorativo, que TPM (Tensão Pré-menstrual) é coisa de mulher. Talvez você, assim como eu, já esteja cansada de ouvir falar do tormento que é a TPM na vida de uma mulher.

Eu não só estou cansada, como resolvi mudar o foco dessa história. Afinal de contas, na Bíblia (cf. Gênesis 50,20) aprendemos que é possível tirar um bem maior daquilo que nos acontece. Nós mulheres precisamos tirar o melhor desse período e não simplesmente ficarmos escravas daquilo que ele nos oferece de negativo.

Como-usar-a-'TPM'-a-nosso-favorFoto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Já há algum tempo, tenho procurado usá-la a meu favor. E você? Já pensou nisso? Mas para que isso se efetive, é preciso perceber que, nesses dias “tenebrosos”, várias coisas mudam em nós. Por exemplo: nosso jeito de reagir frente aos acontecimentos, nossa maneira de olhar as coisas, algumas facetas do nosso temperamento ficam mais aguçadas, outras menos, tudo parece errado ou negativo. Então, pergunte a si mesma:

Como eu fico na TPM?

Escreva em uma folha de papel o jeito que você fica. Vou citar alguns exemplos: ficamos “queixo duro” ou “pavio curto”; falamos pouco, mas detonamos; pensamos rápido e somos pouco misericordiosas; ou totalmente desprendidas; para algumas situações, ficamos sensíveis, para outras, o oposto; ficamos práticas e, se deixarem, jogamos tudo fora; irritamo-nos facilmente com as coisas e até mesmo com as pessoas.

Escreva tudo o que você se lembrar de suas reações nesse período, uma coisa em cada linha. Aí vem o segredo: reze e peça a Deus que lhe dê condições de percebê-las e usá-las [reações] a seu favor e em favor daqueles que convivem com você. Entregue tudo ao Senhor como se faz em uma confissão e peça a Ele que a ajude a abrandar e a vencer o que é por demais negativo, a conter as reações desproporcionadas, dando-lhe sabedoria para converter o mal em bem.

Diante de cada uma das reações, escreva o que se pode tirar de positivo dessa questão à luz do Espírito Santo e o que precisa ser evitado. Por exemplo: Se, nesse tempo, ficamos “queixo duro” ou de “pavio curto”, devemos afastar desses dias todas as situações explosivas. Veja as que podem ser adiadas, evitadas ou mesmo resolvidas fora dessa temporada. Todas as situações e pessoas que precisam de nosso carinho e empenho precisam ser poupadas e também certos assuntos, os quais sabemos que vão nos fazer perder as estribeiras. Assim, você terá condições de se conter e não “explodirá” nem vai destratar as pessoas queridas ou que trabalham com você. Não é o mundo que está ruim, mas apenas o seu estado emocional, para não dizer “hormonal”.

Leia mais:

:: Como o homem deve lidar com a mulher na TPM?
:: TPM sim, e daí?
:: Você compensa suas emoções na comida?

Se ficamos pouco misericordiosas e superativas, vamos agendar todas as pessoas e situações para as quais já demos todas as chances possíveis e imagináveis e que o tempo não nos permite mais deixar para depois. Resolva tudo com atenção e cuidado, sem exagerar nas palavras, pois o seu próprio jeito nesse período já é medida suficiente. Resolver as pendências antigas e assuntos enrolados nos dará ânimo e ficaremos felizes, porque os resolvemos, e o melhor: sendo apenas mais ativas e coerentes com o tempo e o momento.

Nesse tempo, muitas de nós ficamos desprendidas (não suportamos ver coisa velha ou entulhada a nossa frente) ou mesmo práticas, é uma oportunidade excelente para dar fim às coisas guardadas há anos: essa é a hora de fazer uma boa faxina em armários, guarda-roupas, escritórios, gavetas etc. Será tão rápido e fácil, que você ficará satisfeita ao ver como foi eficiente e tudo ficou ótimo.

Trabalhando pouco a pouco nas situações enumeradas e no nosso temperamento, perceberemos que é possível mudar as nossas reações ou mesmo usá-las em favor de diversas situações. Portanto, se o caso é dar a “César o que é de César”, passe a dar aos seus hormônios o que eles precisam nesse tempo: gavetas para limpar, coisas práticas, situações que precisavam de solução e tudo o que não precisa de paciência e caridade.

Junte a tudo isso uma boa dose de alegria e fé para pôr fora todo o negativismo, próprio desse período. Assim, teremos tempos de TPM bem mais agradáveis e produtivos. Não se vence todas as batalhas de uma só vez, mas tomando consciência, rezando, pedindo ajuda àqueles que nos são mais próximos, certamente conseguiremos êxito em muitas situações e seremos mais felizes na TPM.

Adriana Ferreira da Silva
Membro da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.