Matrimônio

É possível casar com uma pessoa de outra religião?

É possível namorar e casar com uma pessoa de outra religião? Esse casamento é válido?

A Igreja orienta seus fiéis e lhes pede que vivam a fé que professam: a fé católica. Por isso, desde pequenas, as crianças são batizadas, fazem a catequese, são acompanhadas pelos seus pais e padrinhos, pelos catequistas e todo povo de Deus, e são chamadas a serem comunidade para ajudar as pessoas a caminhar na vontade do Senhor.

é possível casar-se com alguem de outra religiao?

Quando uma pessoa caminha na busca pela vontade de Deus, deseja e quer fazer essa vontade em todos os âmbitos. Louvado seja o Senhor por isso! A pessoa tomou consciência: “Devo ser de Jesus”. Nessa caminhada, ela quer fazer a vontade do Pai também no seu relacionamento conjugal, quer encontrar alguém de Deus. Daí, ela encontra alguém de Deus, mas este crê no Senhor com algumas diferenças. É possível namorar assim? É possível casar-se com um protestante? A resposta é sim. É possível casar-se na Igreja Católica com um protestante.

A Igreja chama de “casamento misto” quando uma das partes tem o batismo, mas não é católica; e de “casamento com disparidade de culto” quando uma das partes não é batizada. Neste segundo caso, para ter o casamento válido, é preciso ter a permissão do ordinário local. Outra condição é que o casal deve se comprometer a educar os filhos na fé católica (cf. Catecismo da Igreja Católica 1633 a 1637).

Claro que a Igreja Católica respeita o casamento de dois protestantes, assim como é verdade que há muitas igrejas protestantes que nos respeitam, mas quando um católico se casa na igreja protestante, o casal está assumindo as condições daquela fé, por isso não é válido para a Igreja Católica. Nossos irmãos veem o casamento de uma maneira diferente de nós católicos.

Agora, quem se casa com alguém que professa uma outra fé não terá problemas? Isso não dá para garantir. Já é possível ver as diferenças quando se professa a mesma fé; então, quando não se professa, é possível que haja dificuldades.

Por fim, já atendi pessoas que vivem bem o casamento com a parte que não é católica, e outras que possuem dificuldades por causa da doutrina. Assim, o melhor, o mais recomendável é casar-se com uma pessoa que professe a mesma fé.

Leia mais:

:: Razões para a indissolubilidade do matrimônio
:: Como superar o ciúmes no relacionamento?
:: Como ser uma boa esposa?
:: O segredo para ter um casamento feliz


Padre Marcio

Padre Márcio do Prado, natural de São José dos Campos (SP), é sacerdote na Comunidade Canção Nova. Ordenado em 20 de dezembro de 2009, cujo lema sacerdotal é “Fazei-o vós a eles” (Mt 7,12), padre Márcio cursou Filosofia no Instituto Canção Nova, em Cachoeira Paulista; e Teologia no Instituto Mater Dei, em Palmas (TO). Twitter: @padremarciocn

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.