FOCO

Cinco passos para descobrir o sentido da vida

Descobrir o sentido da vida é um caminho a ser percorrido com esforço diário

Muitos se perguntam: “Como descobrir o sentido da vida?”. Essa pergunta questiona o ser humano há milênios, independente de sua crença ou condição social. Encontrar o verdadeiro sentido de nossa existência terrena é um caminho que exige um esforço contínuo de crescimento interior e amadurecimento humano.

Cinco passos para descobrir o sentido da vida - 1600x1200

Em muitas situações dolorosas é comum ouvirmos: “Onde está Deus que não vê o meu sofrimento?”. Nas Sagradas Escrituras, encontramos Jó, que perdeu tudo o que possuía: bens, família e saúde. Sem absolutamente nada, ele, muitas vezes, questionou o Senhor. No entanto, algo nele permanecia inabalável: a fé. E este é o primeiro passo para que você descubra o sentido da vida: cultivar a fé em Deus. Sem ela, a esperança se desfalece e as manhãs sempre são nubladas e sem vida. As trevas do desânimo ofuscam a beleza da luz divina, que é fonte de amor e paz. Cultive a fé e permaneça fiel a Deus na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, e encontrará o sentido maior de viver.

Quem caminha pela vida sem direção segura facilmente se perde de si mesmo, dos outros e de Deus. Precisamos de uma orientação que nos guie e dê confiança todos os dias de nossa existência. Onde encontrar tal orientação que dá sentido à vida? A Palavra de Deus é luz para nossos passos. Ler, meditar e ouvir o que o Senhor nos fala por meio de Sua Palavra é um método seguro para retomar o caminho da paz, antes roubado por tantas preocupações.

Muitos possuem uma grande quantidade de bens materiais, mas tem uma vida triste e sem sentido. O dinheiro não trouxe a felicidade sonhada; os bens adquiridos preencheram momentaneamente o coração, que ainda se encontra em um grande vazio existencial. Mas há um tesouro que nunca se acaba e é fonte de felicidade eterna: a prática do bem. Jesus é o mestre da solidariedade, e Ele nos ensina que o maior tesouro se encontra no bem que praticamos. O terceiro passo para descobrir o sentido da vida é este: fazer o bem. Quando ajudamos alguém, nossa alma repousa em uma paz tão profunda, que nem mesmo a maior fortuna em dinheiro poderá comprá-la. Não tenha medo de ser solidário, pois os frutos são sementes de uma vida nova. Ame e deixe-se amar.

O quarto passo para descobrir o sentido da vida consiste em cultivar a paz no coração. A paz que sonhamos para nossa vida começa a ser construída dentro do próprio coração. Não conseguiremos mudar o mundo enquanto não modificarmos o nosso interior. Pequenos gestos fazem grande diferença. A semente da paz germina em atos de solidariedade e misericórdia. Cultive a paz concretamente e você a verá florescer em sua alma como uma linda manhã de eterna primavera.

O cultivo da fé, a orientação espiritual buscada na Palavra de Deus, a prática concreta do bem e a busca da paz só darão um sentido completo à nossa vida se estiverem alicerçados sob uma profunda e constante vida de oração. E este é o quinto passo para descobrir o sentido da vida: cultivar uma vida de oração.

A oração é alimento para nossa vida espiritual e humana. Quando oramos, preenchemos os espaços vazios de nossa alma com um amor que transcende toda a nossa existência. Deus habita nosso coração, mas precisamos sempre ir ao seu encontro. A intimidade de uma vida de oração cultivada diariamente nos aproxima sempre mais de Deus e dos irmãos.

Não desanime em meio às tempestades da vida, mas busque, nestes cinco passos, um caminho seguro para que a sua vida tenha um sentido pleno de transcendência.


Padre Flávio Sobreiro

Bacharel em Filosofia pela PUCCAMP e Teólogo pela Faculdade Católica de Pouso Alegre (MG), padre Flávio Sobreiro é vigário paroquial da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Santa Rita do Sapucaí (MG), e padre da Arquidiocese de Pouso Alegre (MG). É autor do livro “Amor Sem Fronteiras” pela Editora Canção Nova. Para saber mais sobre o sacerdote e acompanhar outras reflexões, acesse: facebook.com/peflaviosobreiro

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.