Entenda

Término de namoro: Como o homem reage?

Homem e mulher reagem de forma diferente ao término de um relacionamento

O artigo anterior foi sobre a reação das mulheres quando o namorado rompe o relacionamento. E o homem? Como ele pensa? Como se dá a resposta dele quando é a namorada que termina? Com certeza, é diferente da mulher.

Termino de namoro: Como o homem reage 940x500

1º Estágio: Inconformismo

“Inconformado” significa fora da forma (da situação) ou destoante, diferente do molde. O rapaz sente-se incompreendido, não entende por que seus esforços e suas demonstrações de amor para com ela não tiveram efeito. Simplesmente, ele não consegue se imaginar vivendo essa situação, não consegue se ver dentro dessa realidade. Alguns nem admitem que a ex-namorada é livre e pode não querer mais estar com ele.

Nós homens somos mais voltados às coisas práticas e pouco dados à subjetividade, então pensamos que quase tudo funciona no formato: ação e resultado. Portanto, se ele lutou para o relacionamento dar certo, a situação final deveria ser correspondente ao seu empenho”. Entretanto, as mulheres são subjetivas, ou seja, nem sempre para elas 2 + 2 = 4, mas tudo depende, para além do óbvio, do que se vê e do que se toca.

Ele não desacredita de si, mas se vê atordoado. Também é verdade que o homem é mais inclinado à agressividade e impulsividade; portanto, cuidado se lhe ocorrer um sentimento de raiva da “ex” e vontade de se vingar de forma, física, verbal ou com algumas torturas psicológicas como provocações ou retenção de coisas que pertencem a ela e que estão com você. Nunca ceda a esses desejos, pois você se arrependerá depois desses atos tão maus ou mesmo cometerá um crime.

Bom, você já aprendeu que seus esforços podem ser frustrados. A boa notícia é que isso vai passar! Sistematicamente (como gostamos de entender as coisas), se você não ficar focado na dor e tocar sua vida para frente, uma hora a esquecerá. Tente se perguntar “o que posso fazer agora?” e não “como será minha vida daqui para frente?”. A primeira pergunta denota reação; a segunda, prostração diante do fato.

2º Estágio: Querer mostrar para ela que está bem

Depois de algumas semanas do término do relacionamento, ele ainda a ama e está com o coração partido, mas num encontro casual com a “ex”, faz questão de rir junto aos amigos e, quem sabe, até demonstrar que está com uma nova companhia. Se a ex-namorada se aproxima e pergunta: “Como vai?”, o homem diz que está “Tudo ótimo!”, pode até continuar conversando, mas não toca no assunto do rompimento e relata tudo o que está fazendo e como está feliz.

Até aí tudo bem. Não seria mesmo positivo “choramingar” para ela nem para as amigas dela. Mas você precisa ter um amigo com que possa por para fora aquilo que se passa dentro de você; e é importante que seja um homem, para não acontecer de você desabafar com uma amiga e um de vocês confundirem amizade com conveniência.

3º Estágio: Indiferença

Neste ponto, o homem quase já desencanou da “ex”, mas ainda não totalmente. Ele agirá com indiferença, sem querer saber o que ela está fazendo de sua vida, se ela está bem ou não, e até ficará distante do mundo dela. No fundo, não significa que ele não será solidário à antiga namorada, mas se esforçará em sobrepor pensamentos de desdém à frente de seu sentimento que ainda fumega. “Não tô nem aí”, “O que ela faz é problema dela” e, se por acaso, ela aparecer com um novo namorado, o homem emenda: “Quem teve mais prejuízo foi ela; afinal, eu a faria mais feliz do que esse outro rapaz”.

Ok! Você está progredindo. Mas cuide de ficar apenas com aquilo que foi bom. Não se deixe levar pela tendência de menosprezar o relacionamento todo nem a pessoa toda. É justo você se afastar, porque precisa de um tempo para se “desapaixonar”, mas a indiferença é a antessala da falta de perdão, e esta última é capaz de matar sua esperança e capacidade de amar.

4º Estágio: Perdão e fechamento do processo

Nesta fase, você já voltou a sorrir, consegue até encontrar a “ex” sem nada de ruim dentro de si, mesmo que ela esteja acompanhada. Até pensa “aprendi a ser melhor depois dela”.

É isso aí! Não há dor que perdure para sempre; e quando se confia no Senhor, não há mal que não possa ser revertido em algum bem.

Leia mais:

:: Como saber se ele está apaixonado? 
:: Não sou mais virgem, mas quero um namoro santo
:: As fases do namoro

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.