Amar é um detalhe eterno

Hoje falo mais uma vez de coisas do coração que não deixam de ser marcadas por ponteiros ou tic-tacs. O motivo? Só o coração pode explicar e a alma viver. Falo de pequenos momentos que mudam a nossa vida. Quem pensa que a vida só é feita de grandes momentos está se enganando. Como diz Augusto Cury: “Os que desprezam pequenos acontecimentos, dificilmente farão grandes descobertas”. Descobertas de amor, de cheiro, de sabor e até de odor.

Imagine só: um pedido de desculpas pode gerar uma grande amizade, um pequeno atraso para uma conversa pode trazer grandes recordações, parar para ouvir alguém pode salvar uma alma, um simples sorriso ou um “bom dia” podem fazer alguém ter um dia mais feliz.

Tocar os outros nos pequenos detalhes só depende de você.
Jesus foi o homem dos detalhes, dos pequenos gestos e dos grandes resultados.
Lembrei da esposa que, depois de um bife acebolado, crianças tomadas banho e arrumadas à mesa para receber seu marido que chegava em casa depois de um longo dia de trabalho, deu um novo rumo ao seu casamento. O bife acebolado foi apenas um detalhe. O carinho, a dedicação, a vontade de fazer o outro feliz e amá-lo é que foi o tempero mais saboroso.

Enquanto traço linhas que se tornam um detalhe feliz em minha vida, recolho lembranças, sorrisos e olhares em minha memória. Recolho a sua atenção que pode e deve transcender estas linhas.
Você pode! Você é capaz! Amar é um detalhe eterno que só aqueles que buscam reconstituir em gestos e palavras os cacos de sua vida poderão entender.
Escreva hoje uma nova história, abrindo capítulos de amor, impressos no coração de que está ao seu lado.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.