mãe

A presença da Virgem Maria na vida de cada um de nós

Maria é advogada, auxiliadora, socorro e medianeira

A Constituição Dogmática Lumen Gentium do Concílio Vaticano II, no número 62, refere-se a Nossa Senhora ao dizer que, por “sua maternal caridade, cuida dos irmãos de seu Filho, que ainda peregrinam rodeados de perigos e dificuldades, até que sejam conduzidos à feliz pátria. Por isso, a Bem-aventurada Virgem Maria é invocada na Igreja sob os títulos de Advogada, Auxiliadora, Socorro, Medianeira”.

A Mãe de Deus tem importante papel no caminho de cada um de nós na Igreja, pois somos todos seus filhos, num relacionamento de amor que se estenderá até os últimos tempos. Assim, os diversos títulos referidos a Maria, na Igreja, contribuem e colaboram, hoje, para nossa compreensão sobre sua maternidade para conosco, porque sempre podemos contar com essa Mãe, que cuida de nós, seus filhos, como cuidou de seu Filho Jesus.

A presença da Virgem Maria na vida de cada um de nós

Foto ilustrativa: Arquivo CN/cancaonova.com

Mãe e intercessora

Cristãos católicos, desde os primórdios do cristianismo, confiam-se na intercessão de Maria junto a Jesus Cristo, o único Mediador entre Deus e os homens, que – segundo a Carta Encíclica Miserentissimus Redemptor de Pio XI no número 15 – “quis associar-Se a sua Mãe elegendo-a como advogada dos pecadores, dispensadora da graça e mediadora”. A Mãe conhece o coração do seu Filho, e, por isso, ela é auxílio eficaz, que, simultaneamente, intercede e aproxima ao Cristo todos que a ela se arrogam.

Fiel desde a Anunciação do anjo Gabriel até os sofrimentos junto à Cruz de Cristo; e inabalável no caminho da consumação eterna dos filhos de Deus, a maternidade da Virgem Maria alcança a todos na História da Salvação, porque ela é medianeira. Entretanto, é belíssimo ressaltar que, em nada, ela desdiz a verdade de haver um único Mediador ao Pai: Jesus Cristo.

Na Carta Encíclica Ad Diem Illum do Papa São Pio X, no número 2, temos a precisa colocação de que são muitos os insignes benefícios concedidos por Deus às piedosas solicitações de Maria. Nisso, podemos notar que existe uma interligação daquela que Deus elegeu em seu jeito de ouvir as preces dos filhos e filhas da Igreja, com o próprio Senhor, pois Deus concede Suas graças e bênçãos a todos que recorrem ao Filho pelas mãos da Mãe, a Virgem Maria.

Mãe da esperança

A Virgem Maria é socorro dos cristãos. Ela comungou das dores e angústias de Jesus, e mais do que ninguém conheceu o sofrimento supremo de Cristo, que remiu a humanidade. Por isso, Maria socorre os aflitos e desesperados levando-lhes esperança e amor. A Bula Ineffabilis, de Pio IX, diz que à Virgem foi concedido ser junto ao Filho unigênito a medianeira e advogada de todo o mundo. Com isso, entendemos que Nossa Senhora auxilia, socorre e intercede por todos, num gesto de amor de mãe, que não deseja que nenhum de seus filhos se perca, mas que encontrem a salvação.

Por fim, expressemos, em nossa vida, a bela verdade de que, com o Senhor, seja bendita Aquela que Ele constituiu Mãe de misericórdia, Rainha e Advogada nossa, amorosíssima, Medianeira de suas graças e Dispensadora dos seus tesouros. Pois é bom estar, diariamente, com Aquela que sempre nos leva a seu Filho Jesus Cristo, Nosso Senhor e Rei.


Márcio Leandro Fernandes

Natural de Sete Lagoas (MG), é missionário da Comunidade Canção Nova e candidato às Ordens Sacras. Licenciado em Filosofia pela Faculdade Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP), Márcio Leandro é também Bacharelando em Teologia pela Faculdade Dehoniana, em Taubaté (SP). Atua no Departamento de Internet da Canção Nova, no Santuário do Pai das Misericórdias e nos Confessionários.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.