Tristeza no Natal?

“Nasceu para vós um Salvador” (Lucas 2,11).

Estamos celebrando o tempo litúrgico do Advento, preparando as nossas comunidades, a nossa família e, sobretudo, o nosso coração para este momento marcado pela ternura de Deus, que cheio de misericórdia, escolheu vir ao nosso encontro e fazer morada entre nós. Este tempo é um ciclo litúrgico, formado por três etapas: Advento, Natal e tempo do Natal. Em cada momento desses, pela Palavra de Deus e pelos encontros sacramentais da Confissão e da Eucaristia, nós sentimos, de um modo todo particular, o verdadeiro e profundo significado do EMMANUEL, ou seja, Deus Conosco. Ele está no meio de nós! O Senhor não somente passa pela nossa vida, mas, arma a “tenda” d’Ele no meio da nossa história, dentro do nosso coração!


.: Natal Solidário Canção Nova


Neste tempo, podemos refletir também sobre a condescendência de Deus por nós. Esta palavra é forte. Pois, é mais do que uma palavra. É uma atitude. É a atitude de Deus em relação a toda a humanidade. Nós cremos em um Deus, que desce até nós e caminha conosco. Ele se transforma em um “Cirineu”, ajudando-nos a carregar os fardos pesados e a cruz de cada dia. Se o Senhor não nos ajudasse, nós não suportaríamos as provações da vida. Nós não seríamos capazes de enfrentar e superar os obstáculos, que, às vezes, se multiplicam em nossa vida e tornam a nossa história tão cheia de desafios. Mas, Ele está conosco! Ele veio para ficar perto de nós. Deus é um Pai atento às lágrimas e aos sorrisos de seus filhos queridos e amados. Se Ele vem ao nosso encontro, é preciso que nós desejemos caminhar na direção d’Ele. É necessário optar por ficar com Ele. Nós nos tornamos mais fortes na medida em que sentimos Deus perto de nós e na medida em que O procuramos em tudo e em todas as circunstâncias da nossa vida.

É muito comum encontrarmos pessoas que ficam tristes nesta época de festa e de celebração do Natal de Jesus. Alguns chegam a ficar até deprimidos, sem saber, exatamente quais são os reais motivos desta angústia. Outros se recordam de seus entes queridos já falecidos e se sentem incapazes de se alegrar com o clima próprio do Natal. Existem pessoas que se isolam no seu quarto ou no seu “mundo”. Muitos não conseguem se abrir, desabafar, partilhar e dizer de seus dramas interiores. E é neste contexto que a Palavra de Deus se torna para todos uma Palavra de Esperança, de Cura e de Libertação. A Palavra de Deus abre os nossos olhos e aquece o nosso coração. A festa do Natal do Senhor tem a força e o poder de “fazer novas todas as coisas” e tornar nova toda a nossa história. É preciso – confiando na graça de Deus – dar passos firmes e seguros em busca da verdadeira alegria que Jesus tem para nos oferecer! Diante do nascimento do Menino Deus, a gente entende o salmista que nos ensina a rezar e a esperar: “Os que semeiam entre lágrimas, ceifarão entre sorrisos”! (Sl 125,5)

O Natal só é Natal com Jesus! Ele é o centro desta festa. Não é possível termos um feliz Natal, se não for com Jesus. A festa é d’Ele! E nós somos convidados a nos aproximar d’Ele com o coração aberto, para sermos iluminados pela luz do Amor de Deus! É com Jesus que poderemos nos unir ao coro dos Anjos e cantar: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade”. Vamos preencher o nosso coração com Jesus; vamos “ornamentar” a nossa vida com Ele. Vamos caminhar com o Senhor, na certeza de que Ele está caminhando conosco.

O mundo precisa de pessoas que testemunhem, destemidamente, o nome de Jesus, o amor de Deus, a presença do Senhor em nosso meio e em nossa vida. O mundo está sedento por um Deus vivo e verdadeiro, capaz de transformar tudo e todos. A humanidade “geme e espera” pela graça de Deus. Sendo assim, que cada cristão seja um sinal de Deus no coração do mundo e no meio de toda a humanidade. Que o mundo consiga ver a graça de Deus, por meio da alegria daqueles que se encontraram com o Senhor e que vivem pela força da misericórdia d’Ele!

Precisamos proclamar que o Natal é de Jesus. E esta verdade não pode ser sufocada pelo consumismo, pelo indiferentismo ou por qualquer outra coisa que tente esconder Deus dos nossos olhos e do nosso coração. Vamos nos unir por meio da fé e da criatividade, semeando esta boa idéia e divulgando esta Boa Nova: Jesus veio para ficar no meio de nós. Vamos fazer uso de todos os meios de comunicação que nós tivermos acesso, para fazer ecoar esta mensagem: “Natal com Jesus”! E assim, o mundo será mais feliz e cada um que testemunhar isso, se sentirá mais realizado; vencerá toda provação e verá todas as trevas dissipadas.

Desde já tenhamos um Feliz Natal com Jesus!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.