Diga 'não' ao ressentimento

Ressentimento é sentir algo de novo, é o sentimento que se repete e traz uma série de consequências, sendo que a primeira é o pecado. É quando alguém faz algo desagradável com você e isso fica ressoando em seu interior.

Há algum tempo fui visitar uma pessoa e me disseram que ela estava mal porque estava brigando com o vizinho. Mas ela desmentiu isso dizendo que não tinha raiva do vizinho e que, na verdade, ele nem existia para ela. Olhe só até que ponto vai chegando o nosso ressentimento.

Quando se enterra um corpo embaixo da terra, ele vai apodrecendo e virando carniça. Da mesma forma, não podemos enterrar esse tipo de sentimento negativo em nosso interior e deixar que se criem “carniças” dentro de nossos corações. Muitas pessoas estão doentes por causa dos ressentimentos.

Certa vez, fui celebrar a Santa Missa e vieram até mim uma mãe e uma filha após a Celebração Eucarística. A mãe me pediu que eu orasse pela filha, porque não tinha a saúde boa e vivia tendo crises. Então, esta me disse que havia 15 anos que não conversava com “aquele homem”, era assim que ela chamava o pai. Foi abandonada quando criança e tinha muita raiva dele por essa razão. De forma que tive de lhe dizer algo que ninguém queria fazê-lo: “É preciso perdoar o seu pai. É preciso dar um passo na fé”.

Para vencer o ressentimento, também dependemos do Senhor, caso contrário, sempre teremos recaídas. Até mesmo para perdoar dependemos d’Ele. O verdadeiro perdão brota de Deus. Nenhum sentimento nobre pode ter grande duração se não vier do coração do Todo-poderoso.

Quero lhe fazer uma pergunta: Se você soubesse que teria somente oito horas de vida, o que você faria? Aonde você iria? Não deixe para amanhã o que você precisa fazer agora! Diz-nos a Palavra de Deus: “Que o sol não se ponha sobre o vosso ressentimento”. Se você precisa pedir perdão, peça-o! Se você precisa perdoar, perdoe! Existe muita gente que perde a chance de ser feliz porque fica adiando o que precisa viver.

O convite que o Senhor quer fazer a você hoje é: Dê um passo. Achamos sempre que são os outros que têm de pedir perdão e, no final, nos tornamos solitários. Você precisa dar o passo: se o outro não quiser, espere o tempo dele, mas você precisa dar o passo. Se você experimentou a dor da traição, de alguma decepção ou se você é frustrado por causa de tanta coisa que vive – saiba que a força da oração é capaz de lhe trazer a cura. A oração pode curar a dor do seu coração!

No fundo, todos nós sentimos saudade de Deus, e se guardamos ressentimentos, ficamos distantes do Senhor. Muitas vezes, é preciso reiniciar a vida a partir de um abraço. Talvez você conheça a saudade por outros nomes, mas, no fundo, o que seu coração quer é encontrar o Senhor. Deixe-O entrar nos seus relacionamentos.

Há muitas pessoas com problema com o pai. Dê o primeiro passo, mande uma mensagem para ele falando que o ama. É só escrever: “Pai, eu te amo!”.

Nós precisamos treinar o amor, precisamos começar agora, não deixe para amanhã!

Sacerdote diocesano, cantor, compositor e fundador da Comunidade Coração Fiel.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.