amizade com Deus

Oração, via de diálogo entre nós e o Senhor

A oração, além de sincera, precisa fazer parte do nosso dia a dia

O mundo nos tem proporcionado praticidades que facilitam nosso dia a dia, em especial na comunicação: redes sociais, chats, e-mails etc., ou seja, comunicação instantânea ao alcance a qualquer hora. O que percebemos é que mais e mais temos transferido essa instantaneidade para todas as áreas da nossa vida, inclusive vida em oração.

Oração,-via-de-diálogo-entre-nós-e-o-Senhor-Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A quantidade de irmãos que vão às Missas com oração de cura e libertação, com pedidos urgentes e querendo respostas urgentes é assustadora! Falar em “sofrer as demoras de Deus” para um desses é o mesmo que tirar doce de uma criança. É o famoso “quero solução e quero para ontem!”.

Um dia desses, em um momento difícil em minha vida, observava uma criança soltando pipa, coisa simples, quem nunca viu? Mas eu vi além: uma criança está ligada à pipa, no movimento dela, e essa ligação é a linha. Afinal, como somos crianças na presença de Deus! Mas o que poderia ser essa linha entre nós e o Senhor? A oração. Quanto mais forte a linha, mais forte será a ligação entre o menino e a pipa. Quanto mais nos oramos, mais estaremos ligados a Deus; mais ligados a Deus, maior será, a cada dia, nossa fé! E quanto maior a nossa fé, maior serão as graças.

E quanto à oração rápida pelos pedidos instantâneos? O tempo de Deus é sabiamente diferente do nosso. Ele não age como um macarrão instantâneo, três minutos e pronto! Por isso devemos perseverar nessa ligação entre nós e o Senhor, em orar sem cessar e não nos frustrarmos com as demoras ou com o que não acontece como queremos.

Leia mais:
::Nossa oração muda a vontade de Deus?
::Ironi Spuldaro reza uma oração de quebra de maldição
::Oração de libertação para os filhos abandonados pelo pai
::Oração ao Anjo da Guarda, poderoso protetor

O que seria do voar da pipa sem o vento? O que seria da nossa vida oracional sem o Espírito Santo? Já fez a linda experiência de acordar e dizer “Bom dia, Espírito Santo! O que faremos juntos hoje?”. Não é um clichê, é um propósito na fé em colocar-se na presença de Deus ao raiar o dia, pela ação da brisa suave do Espírito de Deus!

Sejamos como pipas nas mãos do Senhor, liguemo-nos a Deus, a cada dia, por meio da oração; deixemo-nos guiar por Ele, e o Vento Impetuoso nos impulsionará a voos mais altos. Deus o abençoe.

Enviado por Eliane Henriques, de Ceilândia, DF

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.