Dia dos Namorados

Demonstrar o amor é tão importante quanto o sentir

Celebrar o amor é sempre importante, e quando surgem datas especias não podemos perder a oportunidade de comemorá-las

O Dia dos Namorados é uma data singular que merece ser lembrada pelos casais que se amam, independente do tempo que teve início o namoro. Geralmente, é um dia em que ficamos mais sensíveis, mais atentos ao coração e mais desejosos de dar e receber amor, até porque somos incentivados pelo comércio e pelos meios de comunicação em geral, desde muito antes, a festejar este dia. Mas é bom lembrar que a comemoração ultrapassa os presentes. É uma data que deve ser marcada principalmente pelo carinho, pelo amor e respeito, pelas homenagens. Este dia deve ser marcado por abraços, beijos, pela vontade de amar e dedicar-se ao outro, principalmente pela gratidão em ter ao seu lado alguém tão querido durante todos os dias do ano. Agora, é claro, se além de tudo isso tiver um presentinho, fica ainda melhor!

Demonstrar o amor é tão importante quanto senti-lo
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A meta, porém, é demostrar o amor, e existem muitas formas de fazer isso. Todos nós sabemos, por exemplo, como é importante ouvir alguém dizer que nos ama; nós, no entanto, muitas vezes temos medo de manifestar nosso amor. Cada um tem sua história e ela influencia muito nossos relacionamentos, mas o fato é que vivemos em uma sociedade repleta de pessoas apressadas, ligadas ao mundo virtual, pessoas muitas vezes frias, com dificuldade de expressar afeto. Conheço casais, por exemplo, que são capazes de dar a vida um pelo outro, mas não têm a coragem de olhar nos olhos e dizer: “Eu te amo!”. Isso é um prejuízo para o relacionamento, pois demonstrar amor é tão importante quanto o sentir.

Neste caso, o Dia dos Namorados pode ser uma ótima oportunidade para derrubar as barreiras do respeito humano e começar um tempo novo, no qual o amor tenha livre acesso aos corações. Pequenos gestos podem abrir grandes portas! Então, não perca tempo, experimente pegar na mão do seu amor, depois abrace-o, beije-o, aproxime-se dele. O toque físico é essencial em um relacionamento amoroso; do mesmo modo, as palavras também são muito importantes na demostração de cumplicidade. Vá além dos seus medos e diga o quanto você ama. Dê atenção, tempo de qualidade. Quem sabe esse seja o presente mais esperado e custa tão pouco! Desligue o celular e olhe nos olhos do seu amor sem pressa. Tenho certeza que o resultado será surpreendente! Aproveite o clima desta data e dê asas ao seu coração, ele o levará de volta ao amor!

Enviar flores, fazer uma visita inesperada no trabalho, mandar um e-mail amoroso, deixar um recado na geladeira, fazer uma comidinha gostosa também são dicas que podem colaborar. Enfim, a criatividade é parceira do amor, deixe que ela o conduza e lembre-se que somente o que for feito de coração tocará outro coração. O escritor americano Robert A. Heinlein afirma que “o amor é uma condição em que a felicidade de outra pessoa é essencial para a sua própria felicidade”, então saiba que qualquer coisa que você fizer para que seu amado esteja feliz no Dia dos Namorados certamente será gratificante também para você. Então, a grande dica é: aproveite a oportunidade e comemore o amor. No Dia dos Namorados de forma especial? Sim! Mas também todos os dias, em cada amanhecer, porque amar é o que realmente vale a pena nesta vida!

arte-namoro-artigos1

 


Dijanira Silva

Missionária da Comunidade Canção Nova, desde 1997, Djanira reside na missão de São Paulo, onde atua nos meios de comunicação. Diariamente, apresenta programas na Rádio América CN. Às terças-feiras, está à frente do programa “De mãos unidas”, que apresenta às 21h30 na TV Canção Nova. É colunista desde 2000. Recentemente, a missionária lançou o livro “Por onde andam seus sonhos? Descubra e volte a sonhar” pela Editora Canção Nova.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.