Eu quero namorar!

Todo jovem normal quer namorar; isto é um anseio inato que brota no seu interior. Mas é preciso você ter uma noção clara do que seja o namoro, para que ele, que é belo, não se torne desastroso em sua vida.

Quando você vai comprar um sapato ou um vestido, não leva para casa o primeiro que experimenta, é claro. Primeiro escolhe entre vários. Talvez você possa um dia mudar de casa, mudar de profissão, mudar de cidade, mas não poderá trocar de esposa ou de marido.

Então você precisa escolher com cuidado a pessoa que vai viver e construir uma vida inteira com você. O namoro é para isto.

É claro que você não vai escolher uma futura esposa, ou um futuro marido como se escolhe um sapato. Já dizia o poeta que “com gente é diferente”. Mas no fundo será também uma criteriosa escolha.

O namoro é este belo tempo de saudável relacionamento entre os jovens, onde, conhecendo-se mutuamente, eles vão descobrindo e fazendo “a grande escolha”.

Já ouvi alguém dizer, erradamente, que “o casamento é um tiro no escuro”; isto é, não se sabe onde vai acertar; não se sabe se vai dar certo. Isso acontece quando não há preparação para a união definitiva, quando não se leva a sério o amor pelo outro.

A preparação para o seu casamento começa no namoro, quando você conhece o outro e verifica se há afinidade dele com você e com os seus valores.

Se o seu namoro for sério, seu casamento não será um tiro no escuro e, nem uma roleta da sorte. O seu casamento vai começar num namoro.

Não brinque com o namoro, não faça dele apenas um passatempo, ou uma “gostosa” aventura; você estaria brincando com sua vida e com a vida do outro.

Do livro: “Jovem, levanta-te!”


Felipe Aquino

Professor Felipe Aquino é viuvo, pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova. Página do professor: www.cleofas.com.br Twitter: @pfelipeaquino

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.