Amigos que não decepcionam!

Eu descobri que os santos, que possuem a Deus no céu, interessam-se pela nossa santificação e ajudam-nos a progredir na prática das virtudes pela sua intercessão e nobres exemplos que nos deixaram. Devemos, pois, venerá-los; são nossos intercessores; são nossos modelos, por isso devemos imitá-los.

Interessante: eles são pessoas comuns como eu e você, pois também tiveram seus defeitos e fraquezas, mas souberam vencê-los. Como? Pela vida interior e auxílio da graça divina. Olhemos os santos não como pessoas distantes de nós; mas ao contrário, como pessoas que tiveram seus pecados como nós e que chegaram à plenitude da vida com Deus.

Vejo que o mais importante é os imitarmos, imitando também suas virtudes. Todos eles se empenharam em reproduzir em si os traços do Modelo Maior que é Jesus Cristo, de forma que todos podem dizer de si como São Paulo: “Sede meus imitadores, como eu fui de Jesus Cristo” (I Cor. 4,16). Cada um deles cultivou em si virtudes singulares como a fé, a confiança, a pobreza, o amor, a humildade, a fortaleza, entre outros.

Para nós que caminhamos hoje em direção ao Céu, –ao encontro com o Senhor – é importante saber que temos os exemplos daqueles que tiveram os mesmos pecados que nós e passaram pelas mesmas tentações e tribulações, e, apesar de tudo, alcançaram a vitória. Isso é um estímulo para nós. É uma graça saber que contando com eles e imitando-os, também poderemos alcançar a vitória. Hoje eles já não mais desconhecidos ao meu coração. São amigos que não decepcionam. E você, não quer fazer a experiência?

:: Saiba mais sobre o Acampamento PHN com o tema Quem tem um amigo tem um anjo


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.