Tudo o que pedirmos receberemos

Caríssimos, se o nosso coração não nos acusa, podemos recorrer confiantes a Deus, e tudo o que pedirmos receberemos dele porque cumprimos seus mandamentos e fazemos o que é agradável aos seus olhos. Seu mandamento é que creiamos no nome do Seu Filho, Jesus Cristo, e nos amemos mutuamente, conforme o mandamento que ele nos deu (1Jo 3,21-23).

Desta passagem da Sagrada Escritura podemos concluir:

1. Podemos recorrer confiantes a Deus;
2. Tudo o que pedirmos receberemos dele. Mas para que recebamos graças dele existem duas condições:
a) Cumprir seus mandamentos,
b) Fazer o que é agradável aos seus olhos.

Fica então uma pergunta: Qual é o mandamento de Deus?

1. Que creiamos no nome do Seu Filho, Jesus Cristo.. Isso está claro no D. 548, onde Jesus fala: “Garanto-te recursos constantes dos quais viverás. A tua obrigação é confiar totalmente na minha bondade, (como a dizer: a tua obrigação é confiar totalmente em mim. Se você fizer isso) e a minha é dar-te tudo de que necessitas.” – Se confiarmos totalmente na Bondade de Deus, podemos ter a certeza de que Ele nos dará tudo o que necessitamos. O próprio Jesus conclui afirmando: “Eu mesmo faço-me dependente da tua confiança; se ela for grande, a minha generosidade não terá limites”.

Deus não põe limites para aquele que confia na Sua Misericórdia.

2. Que nos amemos mutuamente. Esta questão é tão importante que Jesus Misericordioso disse:
“Deves mostrar-te misericordiosa com os outros, sempre e em qualquer lugar tu não podes te omitir, desculpar-te ou justificar-te. Eu te indico três maneiras de amar o próximo: a primeira é a ação, a segunda a palavra e a terceira a oração.” (Diário, p.742).

Claro, se vivermos de forma coerente estes dois aspectos que o Senhor nos pede: da confiança nele e do amor ao irmão, então podemos ter a certeza de que tudo o que pedirmos receberemos dele. É bom até se examinar, você que pediu a Deus uma graça e ainda não recebeu, se não falta preencher uma destas condições acima.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.