Tenha sede de Deus

Essa sede que tenho do Senhor, é Dele. É Ele em mim, para que também eu faça a vontade do Pai, como Ele o fez. É claro que não é tão fácil assim e que só vamos dando conta dessa sede em nós, quando O buscarmos pra valer e permitirmos que Ele mesmo nos mostre como está o nosso interior.

Jesus se encontra com a samaritana no poço de Jacó, como nos relata o Evangelho de João, capítulo 4, pedindo a ela dar-lhe de beber. Mal sabia a mulher quem era Aquele homem. Sabia que Ele era Judeu e que de maneira alguma poderia estar conversando com Ele, e vice-versa. Jesus vai além das aparências e mata a “sede” daquela mulher que tanto buscava saciar-se buscando em outros “poços”, que de forma alguma iria satisfazê-la.

Após ter feito a experiência pessoal com Jesus, a samaritana vai anunciar no lugar onde morava, que havia encontrado o “verdadeiro poço”, do qual ela mesmo tinha bebido sem tirar água como de costume. “Vinde ver um homem que me contou o que eu fiz: será ele o Messias?” (Jo 4,29). Após ter saciado a “sede” daquela mulher, ela mesma sai de si, colocando-se como alguém que experimenta algo novo, sem medo ou vergonha do que iriam dizer ou pensar em decorrência de sua história tão sofrida, colocada à margem da sociedade. Essa “nova água” começa a jorrar!

Num dos escritos de Santo Agostinho sobre o pecado, nos diz que: “O homem é uma tensão de desejos, uma inquietude radical de busca, cujo repouso só encontrará em Deus”.

Nós somos assim! E quantas vezes “quebramos nossa cara”, satisfazendo nossos desejos e vontades de maneira desordenada bebendo águas “sujas” e “paradas”, trazendo sérias conseqüências em nossa vida pessoal e social. Que tipo de água que você tem bebido? Será que ela tem saciado sua sede? Reflita um pouco…

Dê liberdade para Jesus fazer com você, como o fez com a samaritana, abrindo seus olhos quanto à vida errada que ela estava levando, buscando, buscando, buscando saciar sua sede… que só foi saciada quando “bebeu” da verdadeira água. Busquemos Água Viva no verdadeiro poço, que é Jesus.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.