Sentimentos

Os sentimentos são uma verdadeira dádiva de Deus. Eles nos tornam mais humanos. Quando bem ultilizados, nos auxiliam a discernir situações difíceis. Os sentimentos nos levam até mesmo a um maior ardor nas coisas de Deus. Enfim: “Deus viu tudo que havia feito. Eis que era muito bom” (Gn 1,31a); portanto os sentimentos são uma bênção de Deus, pois se tudo que Ele fez foi bom, os sentimentos também são bons. Só nos resta saber quando permití-los ou não.

Infelizmente, em tempos modernos, os bons sentimentos como: carinho, compaixão, misericórdia, vem sendo reprimidos, dando-se muito mais ênfase ao raciocínio. Tudo em prol de uma suposta praticidade, para se obter produtividade. Afinal de contas estamos numa sociedade altamente consumista, temos que atender as necessidades dela. Não temos tempo para essas “coisas”, que muitas vezes nos deixam tão “embaraçados”. Dai, ao reprimir estes bons sentimentos, muitas vezes perdemos a oportunidade de fazer a vontade de Deus.

Por sua vez, os maus sentimentos, como: disputa, ódio, vingança, sedução, traição, despeito, vem sendo cada vez mais valorizados pela mídia. “Água mole em pedra dura tanto bate até que fura” – esse é o papel da mídia. Junta-se a isso a nossa concupiscência, que nos leva a agir sempre da forma que melhor nos convém, não nos importando com o próximo. Teremos então um alto poder de sedução nos impelindo ao pecado…

Os maus pesamentos, com algum esforço, até conseguimos afugentá-los, mas e os sentimentos? Não queríamos estar sentindo: inveja, ódio, desconfiança, desprezo ou até mesmo uma atração meramente física por alguém… por mais que fujamos, quando nos damos por conta, aquele sentimento indesejado já tomou conta do nosso coração…

O QUE FAZER???
Uns nunca ouviram falar, outros conhecem e já experimentaram, outros ainda, já se esqueceram da eficácia da Oração em Línguas! Isso mesmo meu irmão(a)! Se o sentimento é algo que está fora do nosso controle e mais, sofre uma forte influência do exterior, tanto no que o mundo nos apresenta, quanto ao que o diabo nos sugere, então a saída é apelar ao sobrenatural! VOCÊ SE LEMBRA? “Da mesma forma, o Espírito vem em Socorro de nossa fraqueza. Pois não sabemos o que pedir nem como pedir, é o próprio Espírito que intercede em nosso favor, com gemidos inefáveis” (Rm 8, 26).
Na Oração em Línguas é o Espírito Santo que ora em nós, vindo em nosso auxílio e atuando em nosso ser onde não imaginamos. É uma oração perfeita, pois quem ora em nós é o perfeito Espírito de Deus. Creia! É a forma mais eficaz de atingir essas áreas onde não temos controle.

Os sentimentos alimentam os pensamentos, os pensamentos consentidos transformam-se em atos. Estes atos podem ser de amor ou o pecado. Que tipo de sentimento você vai se permitir ter???
A Oração em línguas corta o mal pela raiz! É radical? Sim é radical! Nós precisamos ser radicalmente contra o pecado, só assim se atinge a santidade.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.