Sem disciplina, sem santidade!

Estamos num combate cotidiano em fazer a vontade de Deus. Espelhamo-nos na vida dos Santos e dos primeiros apóstolos, buscando neles forças e modelos para nossas vidas.

Temos neles o protótipo de santidade, entretanto, sabemos que eles tampouco tinham o objetivo de ser transformados em modelos de santidade, mas queriam em primeiro lugar responder fielmente àquilo que tinham abraçado.

À medida que vamos tomando consciência da razão da nossa existência, entendendo a nossa participação nos planos de Deus, vai despertando em nós o desejo de entrarmos na escola de formação, onde buscaremos o crescimento na estatura e graça diante de Deus; empenhando-nos em responder primeiramente à vontade Daquele que nos constituiu.

Muitos são os exercícios a que se submetem os atletas para uma competição. Queremos conquistar nosso objetivo, mas esbarramos constantemente em nossas limitações, assumindo atitudes que não correspondem aos desígnios de Deus. Sabemos que tal qual um atleta, sem disciplina e metodologia, não teremos condições para alcançá-los.

Na qualidade de competidores que buscam o céu, cabe a nós nos empenhar nos exercícios. Deus quer nos conceder a santidade perfeita, integral naquilo que somos. A nós, cabem os esforços!

Quem sabe, podemos estar sendo também um modelo de santidade para alguém.

Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo seja conservado irrepreensível para a vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo! (I Tes.5,23).

José Eduardo
Com.Aliança C. Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.