Radicalidade nos olhares

Continuando no nosso tema sobre radicalidade em Jesus, vamos agora tratar sobre a radicalidade nos olhares. Pois os olhos são a porta de entrada da luz ou das trevas na nossa vida.

Mas antes de entrarmos no assunto mais profundamente, vamos analisar a radicalidade segundo a Filosofia: segundo o dicionário de Filosofia, radicalidade vem “de raiz, radical que remonte aos princípios ou as primeiras origens”.

Partindo da passagem “A lâmpada do corpo é o olho. Portanto, se o olho estiver são, todo o teu corpo ficará iluminado; mas se o teu olho estiver doente, todo o teu corpo ficará escuro. Pois se a luz que há em ti são trevas, quão grandes serão as trevas” (Mt 6,22-23).

De fato, os nossos olhos são o que direciona todo nosso corpo e nossas ações. Pois um cego não pode guiar a si mesmo ou guiar outro cego. O mesmo acontece com os nossos olhos, se eles estão doentes não podemos andar normalmente ou ficar expostos à luz do dia.

O mesmo acontece com a vida espiritual em nossa vida. São pelos olhos que entram os pecados e a graça de Deus em nossa vida. Primeiramente, para algo atuar em nossa vida, precisa entrar pelos olhos, depois cai no coração e vai para todo o corpo. Pelos olhos que as fantasias vêm e depois se transformam em atos.

Precisamos analisar o que estamos vendo ou assistindo, pois a impureza entra pelos olhos e age inteiramente em nossa vida. A cobiça, os maus desejos, as impurezas entram pelos olhos, claro que não somente, mas olhos são uma porta escancarada para entrada do pecado em nossa vida.

Se deixarmos, o pecado entrar pelos nossos olhos, todo o nosso corpo ficará exposto à ação do demônio e a trevas vão dominar, como Jesus falou no Evangelho de Mateus, citado acima.

Não deixemos os nossos olhos ficarem doentes. Lutemos para termos olhares santos e puros. Não queira dar desculpas, dizendo que não consegue desviar os olhos na impureza.

Nós sabemos que as imagens estão em toda parte e que pecar pelos olhos é muito fácil, mas onde está a luta contra o pecado. O nosso olhar precisa estar submetido ao Senhor Jesus. Somente Ele pode purificar os nossos olhos. O demônio tem usado muito da TV, da sensualidade nas imagens, nas ruas, nos trajes que os jovens estão usando, nas revistas, filmes, etc; tudo isso para que os jovens pequem com os olhos. Na verdade, os nossos olhos param e olham onde o nosso corpo pede e deseja.

Por exemplo: um jovem quando olha para uma menina com uma saia curta, os olhos dele olham primeiro para a barriga e as pernas, pois seu corpo está desejando e cobiçando aquela moça. E não podendo tê-la para si, cria fantasias com ela e depois cai na masturbação. Um pecado puxa o outro.

Como você viu, o pecado entrou primeiro pelos olhos. Claro que todo olhar não é pecado, mas aqueles que se torna cobiça e cria fantasias. É obvio que se achar as coisas, as pessoas, não é pecado.

Os olhos, além de levar muitas vezes a pecar contra a castidade, também levam a pecar com cobiça das coisas alheias.

Aí entra a radicalidade nos olhares. Precisamos adestrar os nossos olhos e não deixar eles serem as trevas do nosso corpo. Não desprezo toda luta que, hoje, se tem para ter olhos puros, porém a radicalidade está em não aceitar as impurezas que querem entrar pelos nossos olhos.

Uma receita para ter olhos puros está em fazer constantemente Adoração ao Santíssimo Sacramento, para que a Luz, que é o próprio Deus, entre pelos seus olhos e seu corpo seja todo iluminado. A Luz de Deus precisa entrar todos os dias pelos nossos olhos.

Pois precisamos ser lâmpada para iluminar todos aqueles que vivem nas trevas deste mundo.

“Por isso, vê bem se a luz que há em ti não é trevas” (Lc 11, 35).

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.