Quanto vale um cumprimento com sorriso?

Passando em frente de um quartel militar na minha cidade, com uma grande quantidade de soldados, percebi que embora fossem muitos, estivessem todos juntos, passavam grande parte de seus dias sob o mesmo teto, vivendo o mesmo propósito, muitos deles se limitavam a manifestar sinais de amizade ou cordialidades para um pequeno grupo.

Sorriam apenas para aqueles que estavam acostumados e quando participavam das atividades com os outros mudavam de comportamento. Limitavam-se nos cumprimentos apenas com um aceno.

Sabemos que nascemos com a pré-disposição para vivermos em comunidade, sabemos também que para um bom convívio precisamos ‘respeitar’, vivendo os estatutos desta sociedade. Isso acontece no clube, na escola, no trabalho, onde se torna público as leis que naquele meio são regidas.

Entretanto como é prazeroso partilhar nosso dia, com aqueles que embora vivendo suas dificuldades particulares, as preocupações do dia, conseguem nos ajudar a viver também as nossas, através da maneira peculiar com que se dirige a nós.

Podemos perceber que essas pessoas estão se aplicando a viver integralmente o estatuto interno, sem, contudo, se esquecer das primeiras formações, das cordialidades, etc.

Meu dia será um bom dia se começar com um sorriso e certamente será também do meu próximo.


Dado Moura

Dado Moura trabalha atualmente na  Editora Canção Nova, autor de 4 livros, todos direcionados a boa vivência em nossos relacionamentos. Outros temas do autor estão disponíveis em www.meurelacionamento.net twitter: @dadomoura facebook: www.facebook.com/reflexoes

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.