Não tenhas medo, pois estou contigo

Não tenhas medo, pois estou contigo para defender-te. (Jr 1,8)

Esta palavra que Deus nos faz, a não nos deixarmos vencer pelo medo: Não tenhas medo. Quando acontece de nos deixarmos dominar pelo medo, acabamos por nos tornar escravos, como se algo nos amarrasse. Experimentamos então, que o medo nos impede de darmos passos, e muitas vezes por causa disso não crescemos.

Por exemplo, o medo de perder a imagem que os outros têm de mim: o que será que os outros vão pensar de mim? E por causa da aparência, eu deixo de ajudar a um pobre, de socorrer algum necessitado, de demonstrar espontaneidade num momento de oração, etc… Por causa da aparência podemos deixar de fazer muita coisa que Deus quer que façamos. Uma moça que acaba cedendo aos desejos do namorado, pois o mesmo ameaça terminar com ela, se ela não ceder aos caprichos dele. Ela por medo de perdê-lo, acaba cedendo, e com isso fica impedida de lutar pela vida de santidade dela, agrada ao namorado, mas desagrada a Deus, e corre mesmo o risco de perder o céu, por causa do medo.

A melhor imagem para descrever o medo, é a de uma flor murcha. Uma pessoa dominada pelo medo é, uma pessoa murcha como a pétala de uma flor, triste. Por mais que se esforce, ela não consegue demonstrar aquele ar de felicidade, de uma flor que busca a luz do sol para se aquecer, e por isso, se abre toda. Uma pessoa dominada pelo medo se fecha em si, achando que assim fica protegida.

E o que ela deve fazer para deixar de ser esta flor murcha e triste, é seguir aquilo que a Palavra de Deus hoje nos diz: Não tenhas medo, pois estou contigo para defender-te. Ela deve saber, que Jesus está ao lado dela, para defendê-la, como estava ao lado de Pedro quando depois de um dia de trabalho, tendo Jesus se retirado para o monte para rezar, viu que os discípulos estavam tendo grandes dificuldades de remar, pois, o vento era contrário. Então, Jesus veio ao encontro deles andando sobre as águas. Eles ficaram apavorados, pensando que era um fantasma, mas Jesus logo lhes falou: Coragem! Sou eu. Não tenhais medo! Pedro pede então a Jesus para ir ao seu encontro: Senhor se és tu, manda-me ir ao teu encontro, caminhando sobre a água. Jesus respondeu: Vem! Pedro começou a andar sobre a água na direção de Jesus, mas quando sentiu o vento, ficou com medo e começou a gritar: Senhor, salva-me! Jesus logo estendeu a mão, segurou e disse-lhe: Homem de pouca fé, porque duvidastes?

O homem de fé sabe, que Deus tem tudo sob controle, pois, quando tudo parece dizer o contrário, vem Deus ao nosso encontro, como Jesus foi ao encontro de Pedro, nos estende a sua mão e nos salva. Jesus anda sobre as águas da sua vida, como andou sobre as águas do mar da Galiléia. Ele anda sobre as águas do seu medo, das suas dificuldades. E quando tudo parece afundar, e você grita como Pedro: Senhor, salva-me! Ele faz com você, o que fez com Pedro, ele te estende à mão, e te diz: Não tenhas medo, pois estou contigo para te salvar. Jesus Misericordioso, ao revelar a mensagem da Misericórdia, à Santa Faustina, centralizou toda a mensagem da mesma, na necessidade de confiarmos Nele, a pormos Nele uma confiança maior que a confiança que Pedro tinha Nele. Ele disse a Santa Faustina: Exorta as pessoas a uma grande confiança na Minha Misericórdia. (D. 1059) Portanto, Ele quer que tenhamos uma grande confiança Nele. Confiança que não se abala com as dificuldades, mas que pelo contrário, se fortalece com as mesmas, pois aí, nos momentos de dificuldade a pessoa pode experimentar a força de Deus, que cuida dela, e fazer a experiência daquilo que São Paulo diz: Quando sou fraco, então é que sou forte Como a nos dizer, que é na nossa fraqueza que se manifesta o poder de Deus, e que é confiando Nele, que nós teremos a convicção de que nada, mesmo nada, pode retirar do nosso coração a certeza de que Ele cuida de nós. Além do mais, Jesus afirmou a Santa Faustina e hoje afirma a mim e a você: Quem confia na Minha misericórdia não perecerá, porque todas as suas causas são minhas e os seus inimigos desbaratados aos meus pés. (D. 723) Quem confia na bondade de Deus, jamais sucumbirá diante das dificuldades da vida, pois sabe que Deus é a sua fortaleza. E Jesus afirma: Elas não perecerão, não se renderão diante das dificuldades já que os seus problemas são meus problemas, suas dificuldades minhas dificuldades, e por isso, aquilo que o perturba será pisado pelos meus pés, será derrotado diante dos meus pés.

O que podemos fazer?

Confiarmos em Jesus. Dizer a Ele: Jesus, eu confio em Vós. Vós sois a Minha força, vós sois a minha defesa. E confiando em vós, eu jamais serei derrotado, pois todos os meus inimigos já foram derrotados, já foram subjugados e pisados pelos seus pés. Jesus, eu confio em Vós. Amém.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.