Eu tenho valor!

Que se passa com a pessoa que disse seu “SIM” a Deus? Deus nos faz encontrar nossas riquezas.

Você pode dizer: “Eu tenho bondade em mim”, porque é verdade. “Confesso que sou uma verdadeira maravilha, tuas obras são prodigiosas: sim, reconheço-o claramente” (Sl 138, 14)

Ninguém ama a si mesmo se não experimentou o amor de Deus, porque Deus nos faz descobrir a nós mesmos. Ele é fonte de toda riqueza: amor, bondade, alegria, perdão, misericórdia, compaixão, paciência… tudo vem Dele e, está em nós pelo Seu Espírito Santo.

A conversão, para si mesmo, acontece quando Jesus entra em nossa vida. De repente começamos a perceber que não somos tão ruins assim… Talvez você, quando criança, tenha ouvido expressões negativas a seu respeito como: “você é um preguiçoso”; “você come demais”; “você não gosta de tomar banho, não faz nada dentro de casa”; “você não presta pra nada”… e assim por diante. Desde que nascemos, ouvimos muitas coisas que nos marcam. Quantas expressões “mal ditas” a nosso respeito tivemos de ouvir?! Por isso não tivemos a oportunidade de nos conhecer como Deus nos criou. Só depois de passar pela experiência do encontro pessoal com Jesus é que começamos a nos aceitar e, a perceber que temos riquezas. É a nossa conversão como filhos de Deus, escolhidos e desejados. “Pelo fato de valeres muito aos meus olhos, de teres peso e de eu te amar; dou, pois, homens em troca de ti, populações em troca da tua pessoa” (Is 43,4). É fundamental exercitar a descoberta desse amor, porque é aí que descobrimos suas características em nós.

Por isso a importância da ação de graças constante. Se percebo em mim generosidade, devo agradecer a Deus; se consigo ser fiel, devo agradecer a Ele. Se me empenho no trabalho e me esforço, louvo ao meu Deus; se sou líder, se sou paciente, se sei ouvir… devo tudo a Ele. É pelo exercício de nossas qualidades que o Senhor vai trabalhando em nossa transformação. Quanto mais nos aproximamos do Deus-Amor, mais ganhamos em auto-estima, pois vamos percebendo o quanto somos estimados por Ele. “Eis que eu vou fazer coisa nova que já desabrocha: não o reconhecereis?”

Deixe vir para fora essa criatura nova, deixe que o Espírito Santo venha frutificar em você. Ponha-se a serviço das pessoas e, as coisas vão começar a acontecer de maneira diferente. Não se acomode com sua situação. Vá em frente, procure o que você tem de riquezas e qualidades e, invista no bem dos outros. Procure aquilo que o Senhor projeta para seu futuro, com garra e fé.

Vá em frente! Nada o detenha! Nem mesmo o fato de ter perdido tudo. Não permita que o inimigo acuse você ou tire sua esperança, pois uma coisa é certa, é o Senhor quem nos garante: “Dois atos irrevogáveis, nos quais não pode haver mentira da parte de Deus, nos comunicam um poderoso incentivo, a nós que tudo abandonamos para conseguir a esperança proposta. Esta é, para nós, como âncora da alma, fixada com muita firmeza, que penetra para além do véu” (Hb 6, 18-19)

Do livro “Eu vi o Senhor”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.