Como controlar nossos desejos!?

Há poucos dias atrás ouvi um trecho de uma palestra do Pe. Léo em que ele falava sobre os desejos e vontades. Resumidamente ele dizia que o desejo é algo passageiro, que dura no máximo alguns poucos minutos e se não o alimentarmos a vontade não sobrevém. Dizia ele que, ao descobrir esta realidade ficou muito mais fácil deixar o vício do cigarro do qual ele sofria há alguns anos atráz.

Isto é uma tremenda revelação, vai me ajudar muito no caminho de santidade, tenho certeza. Se a tentação vem, basta resistir por alguns minutos, não alimentando-a e ela nos deixa.

Essas palavras do Pe. Léo ficaram remoendo em meu coração. Quando isto acontece é porque Deus tem mais a nos dizer a respeito.

Até que “caiu a ficha”!

Temos um profundo desejo de amar o próximo como a nós mesmos, é o segundo mandamento que Jesus nos deu. Porque será que temos este desejo, mas na maioria das vezes não conseguimos concretizá-los?

É por que a nossa vontade é pequena!

É por que não alimentamos este nosso desejo!

E como alimentar este desejo?

Dando passos concretos, fazendo gestos de amor e de carinho com os irmãos, mesmo que isso vá contra nossa timidez, respeito humano ou mesmo comodismo.

Se temos o desejo de amar, precisamos alimentá-lo, para que nossa vontade aconteça e assim realizemos as obras de Deus. Precisamos agir desta forma principalmente nos pequenos acontecimentos do dia-a-dia.

Vamos matar de fome nossos desejos da carne para que não pequemos e darmos uma superalimentação para os desejos de amar (no sentido mais puro da palavra), para que o mundo se torne melhor apatir de nós!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.