Amar é um exercício diário para toda uma vida

Este texto é fruto de uma meditação da Palavra de Deus, e está em primeira pessoa de propósito, para que também, ao ler, você proclame a força do amor sobre você .

Será que o que eu faço hoje, o que vivo hoje me garante o céu?
Será que sirvo por servir?
Ou será por costume?
Ou sou levado, levada a fazer porque os outros fazem ou falaram?
Faço por necessidade ou já me acostumei e virou rotina?
O que faço, eu o faço por amor?
Estas questões são muito importantes para minha caminhada. Por que?

Eu preciso conquistar o céu: esta é uma meta. Quando ajo por amor, e faço o que faço por amor estou mais perto do céu.

A medida de Jesus é o amor. Serei julgada pelo amor: O amor-doação, o amor-compassivo. O amor dispensado em forma de atenção, de carinho, de acolhimento, de correção fraterna, não omitindo, ou escondendo os erros, mas colocando-os à luz da verdade de Cristo. Amar com gratuidade e humildade, e com transparência, o que é muito importante… O gesto em palavras, e as palavras em gestos! Falar com amor e corrigir com amor.

Tudo o que eu fizer, grande ou pequeno, pouco ou muito, revelado ou não revelado, precisa ser feito com amor, com zelo e desejo de dar frutos, com pureza de coração. Ter paciência, ser bondosa (o), não invejar, não se orgulhar do que é feito e não fazer nada de vergonhoso ou por interesse. Não ficar irada (o), não levar em conta o mal sofrido quando me humilham ou me esquecem… Não me alegrar com a injustiça e sim com a verdade.

Amar é um exercício diário para toda uma vida, em busca da meta: o céu.

Letícia Dias
Com. Canção Nova
E-mail: comunicacao@cancaonova.com.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.