A oração move o Céu!

Deus Pai nos conhece, sabe de nossos segredos e sonhos, porque perscruta o íntimo do nosso coração.

Ele nos deu Jesus como nosso Salvador pessoal e, como solução para todas as dificuldades da nossa vida: Ele é o princípio, o meio e o fim de tudo. Faço essa afirmação, porque Jesus foi a solução para a minha história; é por isso que me comprometi, com gratidão, a levar as pessoas para o Seu amor.

Muitos estão longe de Deus há anos. Não rezam, sentem-se desanimados, até não encontram mais motivos para viver. É o tempo desses se voltarem para a Igreja do jeito que estão, porque a Igreja é o lugar dos filhos de Deus. Quem está passando por isso, precisa se unir à comunidade cristã para superar as dificuldades. Isso só será possível por meio da oração e do engajamento cristão.

E na casa de Deus encontramos abrigo e calor, conforto e força para caminhar.

Deus, conhecendo o nosso íntimo, nos recebe e acolhe como estamos, mas nós precisamos manifestar a nossa necessidade.

Se você guarda sentimentos de culpa por erros cometidos no passado, é hora de mostrar-se ao Senhor. Comece expondo seus pensamentos e os sentimentos que brotam em seu coração. Ao se lembrar das suas falhas, não tenha medo, pois, por mais graves que sejam, não são maiores do que o amor e a misericórdia do Senhor por você.

“Não fomos nós que amamos a Deus, mas foi Ele que nos amou” (I Jo 4,10).

Sentimentos de culpa e acusação que lhe perseguem, a ponto de você não se aceitar, não procedem de Deus. O Espírito Santo é o único que pode curá-lo totalmente, dando-lhe a graça de pedir perdão e perdoar.

Muitos complexos de culpa que carregamos não nos pertencem, foram adquiridos, passaram a fazer parte de nós no decorrer da nossa história, quando fomos castigados, criticados, comparados com alguém, ou até ignorados. Vieram por atitudes e frases que ouvimos, como: “Você é má”; “Não gosto mais de você…”

Deixe Jesus entrar com você nos fatos que vêm e vão em sua mente. Preste atenção à Sua voz e fale com Ele.

Mergulhe-se agora no coração de Jesus e, permita que Ele o ajude a carregar os problemas. Admita que, sozinho você não é capaz de continuar. Deixe Jesus curá-lo. Ele quer lhe dar o equilíbrio do corpo e da alma. Seja qual for o seu problema, físico ou espiritual, diga com fé:

“Senhor, escuta a minha oração e chegue a Ti o meu clamor. Não me ocultes Teu rosto no dia da minha angústia. Inclina para mim o Teu ouvido; quando Te invoco, atende-me depressa” (Sl 102, 2-3)

Do livro: “Sofrer sem nunca deixar de amar”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.