DO BRASIL PARA O MUNDO

Fui para fora. E agora?

Agora que fui para fora do país e deixei o conforto do lar, o que fazer?

Você já teve vontade de pegar uma mala e conhecer outras culturas, pessoas e ter novas oportunidades? Esse sonho pode se tornar realidade, desde que você tenha a coragem de enfrentar os desafios próprios de uma vida fora do seu país.

O cancaonova.com traz para você a série ‘Do Brasil para o Mundo’, que apresenta a história de cinco jovens brasileiros que se aventuraram para realizar o sonho de morar no exterior.

Existem vários tipo de intercâmbio que proporcionam às pessoas oportunidades de sair do Brasil e fazer experiências no exterior. Seja a trabalho, estudo ou até mesmo lazer, é possível conhecer outras partes do mundo. O intercambista precisa ter flexibilidade para vivenciar essa realidade, porque, ao sair da sua comodidade para enfrentar uma outra realidade fora do país, ele sai do domínio do seu espaço, horários e planos. Em um outro local, com uma nova cultura, é preciso adaptar as suas necessidades externas e viver um amadurecimento.

A psicóloga Karina Luz afirma: “A pessoa passa a compreender que nem tudo é na sua hora, no seu exato momento, não é da forma que deseja, mas pode ser como o outro planejou. Então, é preciso ter flexibilidade de lidar com as diferenças de pensamentos e cultura”.

fuiparaforaeagora.jpg Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com
São diversos os benefícios de uma pessoa que sai da zona de conforto da família e do país para enfrentar o desconhecido. Entretanto, é preciso tomar cuidado para que o sonho não se torne um pesadelo no qual a pessoa perde os seus valores e sua fé. O autoconhecimento é essencial, como explica Karina Luz: “Se a pessoa não sabe de si mesma, existe a grande abertura para a influência negativa. Existem pessoas que, ao se encontrarem em um outro cenário, num outro grupo, vão realmente se moldando nesse outro grupo, distorcendo os seus valores, e isso é extremamente prejudicial, porque simplesmente afasta o ser humano de si mesmo”.

 

Leia mais:

:: Testemunho de como é ser católico na Europa
:: Como é trabalhar no exterior
:: Cuidar de crianças e aprender outro idioma

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.