CASAMENTO

Oito formas de a esposa agradar o marido

Aprenda oito formas de a esposa agradar o marido

Quem ama se interessa pela melhor forma de demonstrar seu amor. No matrimônio, isso é necessário o tempo todo, afinal, trata-se de uma pequena comunidade de amor.

oito-formas-da-esposa-agradar-o-maridoFoto: Geber86 / iStock. by Getty Images

É claro que ambos, marido e mulher, têm de procurar fazer o melhor um para o outro, mas quando há a disposição de agradar, ou seja, ir além das obrigações do dia a dia, o casamento se transforma numa das melhores coisas que uma pessoa pode viver neste mundo.

Como já ouve um artigo que aconselhou o marido a agradar a esposa, vou dar dicas de como a esposa pode agradar o marido.

Leia mais:
:: Dicas para a esposa se sentir mais amada
:: Como ter um matrimônio mais feliz
:: Como ser uma boa esposa?
:: A vontade de Deus para os esposos

Elogios, palavras de afirmação

Na infância, enquanto as meninas fazem coisas para serem apreciadas em sua beleza, usam roupas e maquiagem da mãe, por exemplo,  os meninos buscam aprovação e aceitação por meio dos seus feitos, nas competições que conseguem vencer, no brinquedo que constroem quando cumprem um novo desafio. Formam uma impressão de si mesmos a partir desses objetivos alcançados.

A palavra de afirmação tem o papel fundamental para o homem, pois são as outras pessoas que, agora, confirmam a percepção positiva que ele teve de si próprio. Quando a esposa admira seu marido, ele se sente bem, mas quando ela expressa essa admiração, elogia o que ele tem de bom, ele se sente mais homem.

Interessar-se por coisas que ele goste

O homem se sente mais importante quando a pessoa que ele ama se interessa por assuntos que normalmente não chamariam tanto a atenção dela. Isso passa a impressão de que aquele tema só despertou a curiosidade dela, porque a amada deseja realmente entrar mundo do esposo.

Entre no universo dele! Ele terá o maior prazer em lhe explicar coisas, até fazê-la participar junto com ele. Mas atenção, não fique fazendo perguntas quando ele estiver vendo TV, por exemplo. Nenhum homem gosta disso.

Cuidar da casa

Calma lá! Não significa que é você quem vai fazer tudo. Eu, por exemplo, ajudo bastante minha esposa com os trabalhos de casa, bastante mesmo! Mas espero que seja ela a ter iniciativa e controle sobre as coisas de casa.

Gosto quando ela diz: “Este fim de semana precisamos lavar as janelas!” ou “Amor, você pode limpar a geladeira por dentro?”. Gosto que não seja eu quem tenha de ver isso. Assim, ela demonstra que conhece as necessidades da casa e sabe o que está acontecendo ali dentro, pois ela é a dona da casa.

Também não gostamos de nos preocupar com o que será o almoço ou o jantar. (E olha que eu gosto de cozinhar e, muitas vezes, sou eu quem faço a comida!). Mas é muito bom chegar em casa e ser surpreendido com um bolo ou com um outro cardápio que ela tenha escolhido.

Esse negócio de ficar perguntando: “O que você quer que eu prepare para o almoço?” não é muito apreciado pelos homens. A não ser que seja algo que ele já tenha dito que não gosta, daí, pode preparar por sua conta.

Deixe-o ser o homem

Muitas mulheres foram criadas sentindo a ausência do pai. Ou porque ele não estava mais no mesmo lar com a mãe, ou porque se dedicou demais ao trabalho, priorizando prover as necessidades materiais da casa. Daí, essas filhas cresceram acostumando-se a correr atrás de tudo o que precisavam. No casamento, essa tendência de ser independente é fortíssima.

Não sou contra a mulher ser independente, mas há casos que chega a ponto de prejudicar o casamento, muitas vezes, passando por cima do marido, naquilo que seria atribuição natural dele. Por exemplo: todos esperamos que, num eventual concerto, pequeno reparo de coisas da casa, seja o esposo que faça ou traga um profissional que execute. Mas já vi muitas mulheres tomando iniciativa; algumas vezes, nem permitindo que o marido tenha tempo para isso, outras vezes alegando que ele é negligente.

Ainda que ele seja realmente negligente, há um jeito acertado, com caridade, de demonstrar isso a ele. Só a verdade, com amor, solucionará todas as situações e não as revoltas e brigas, passando por cima dele. Conquiste aos poucos a cumplicidade do seu marido.

Deixe-o ser o homem. Mesmo que você saiba fazer, mesmo que já tenha experiência com algum assunto ou tarefa “mais masculina”, deixe ele tomar a iniciativa, deixe que ele seja provedor, guardião e responsável.

Se vocês dois acertarem que certa tarefa cabe ao esposo, deixe ele fazer do jeito dele. Não fique interferindo, fixe-se no resultado final. Permita-se ser cuidada. No fundo, é isso que todo homem quer, sentir que é capaz de cuidar da esposa e ampará-la.

Seja direta

Não precisa ficar com rodeios nem fazer comentários que sugestionem o que você está pensando. Outro dia, um amigo comentou que a sua esposa estava com frio dentro de casa, então disse: “Você não está com frio?”, ele respondeu “Eu não”. Ela argumentou: “Mas não está ficando tarde e a temperatura caindo?”. Daí ele perguntou para ela: “O que exatamente você quer?”. Só então ela expressou: “Amor, você pode fechar a janela?”.

Não seria mais fácil se essa esposa fosse direta? Homens não tem a mesma maneira de se comunicar que as mulheres, preferimos palavras diretas. Se quer, fale; se suspeita, pergunte; se não entendeu algo, peça nova explicação; se não entendeu novamente, pergunte de novo.

Bom humor

Como é bom ter ao lado uma mulher que sabe levar muitas coisas “na esportiva”, não interpretar tudo ao pé da letra e ser segura de si, a ponto de dar leveza aos imprevistos do dia a dia.

Se você rir das piadas dele ou for capaz de fazê-lo rir (não precisa ser palhaça, fazer brincadeiras o tempo todo), melhor ainda.

Fique bonita

Que homem não gosta de ver sua companheira linda? Nem precisa ser numa ocasião especial. Uma das coisas que os homens mais apreciam na mulher é a beleza, pois a beleza feminina representa para o homem um primeiro ensaio das riquezas e virtudes que ela traz.

A mulher que se preocupa em ficar bonita passa a mensagem de que está cuidando não só de seu exterior, mas de tudo o que depende dela para o bom relacionamento com seu marido.

Sexo

Para o homem é importantíssimo o ato sexual! Além do prazer físico, quando a esposa se entrega ao marido, ela também comunica algo mais para seu psíquico e sua boa autoestima. No ato conjugal, a mulher autentica a masculinidade do marido de duas formas:

– Ele se sente bom o suficiente para ela

Essa dimensão acontece no coração e na alma desse homem. Ao aceitá-lo pelo sexo, ela faz com que ele se sinta aprovado enquanto homem, não somente naquele momento, mas enquanto tudo o que pertence aos dois. É como se ela dissesse: “Valeu a pena tudo o que você fez por mim, tudo o que você é para mim, então eu me doo a você!” (trecho do livro ‘Terço dos Homens e a grande missão masculina’).

– A segunda forma é quando a esposa demonstra o prazer que sente

“Agora não é somente ele que se percebe bom para ela, mas é ela expressando isso de forma concreta. Chegando ao orgasmo ou não, se ela tem prazer e diz isso a ele, é como um atestado do quanto ela o aprova enquanto homem, e que ele é capaz de fazê-la feliz” (trecho do livro ‘Terço dos Homens e a grande missão masculina’).

Para chegar a esse nível de autenticação do masculino, precisa haver o vínculo do matrimônio, pois essa aprovação envolve todas as dimensões da vida do casal, e não só o prazer, como é numa relação fora do casamento.

Bom, depois de revelar essas oito dicas, espero que muitas esposas sejam mais felizes com seus maridos. É proporcionando felicidade que encontramos a verdadeira felicidade.

Deus abençoe!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.