O que é fofoca?

Quando somos capazes de perceber a limitação, o defeito do outro? Quando convivemos com ele, não é mesmo?

Pois é, então, eu poderia dizer que perceber as limitações e os defeitos dos outros é natural e bom. O problema consiste no que eu vou fazer após perceber a falha do outro?

– Não imitar (reproduzir/aprender) o que não é bom. Olhar para sua história e avaliar, se você não faz igual e nem percebe;

Corrigir o amigo quando vocês estiverem sozinhos;

– Entender que o processo de mudança requer tempo, e ir acompanhando com “lentes de aumento” os pequenos passos para a mudança;

Aceitar as limitações do outro;

– Olhar o que o outro faz, o que para você é quase impossível fazê-lo. Analisar que você também tem dificuldades de mudar.

Com essa atitude os dois crescem com o relacionamento. A amizade se concretiza. Amigo é aquele a quem você conhece e cresce com ele.

O que é fofoca? Falar do outro não define o que seja fofoca. Porque quando estamos falando bem do outro, não se costuma dizer que isso é fofoca.

Avaliar com quem errou também não define uma fofoca. Da mesma forma, quando sentamos com nosso superior para fazer avaliação individual da equipe de trabalho também não estamos fofocando.

Um pai conversando com a mãe sobre as características físicas e emocionais de cada filho não está fazendo fofoca. Pais explicando ao filho que não deverá andar na companhia de pessoas que usam drogas, também não estão fofocando.

O que define fofoca é o objetivo que se quer atingir com o que se fala. Exemplo: Uma filha, cuja mãe é católica, chega para esta e conta uma verdade: “Mãe, a “fulana” está indo todos os dias à missa, rezando o terço” (isso é real). No outro dia, ela conta à mãe que a “tal fulana” assiste a Canção Nova. Na semana seguinte, conta que a “dita pessoa” usa roupas discretas…

Mas o objetivo da filha é ir preparando o caminho, para que a mãe lhe permita ir na casa da “tal fulana que está indo à missa, assistindo a Canção Nova, etc…”, pois, está namorando, escondido da mãe, o irmão dessa “fulana”. Com que objetivo usou a informação?

Revelar um segredo é fofoca? Por exemplo, sou psicóloga, preciso ser ética e devo ao meu cliente sigilo. No entanto, este usa um medicamento cujos efeitos colaterais desconheço, então, preciso me informar a respeito disso. Posso precisar trocar dados significativos sobre o uso desse medicamento com um médico, para que possa ajudar meu cliente. Se fizer isso sem revelar quem é o cliente, não é fofoca.

A fofoca é uma ação que geralmente é verbal, mas pode ser não verbal também. Como aqueles olhares, cutucões, que parecem sublinhar as falhas e os erros dos outros.

Fofocar é uma ação que tem como intenção denegrir a imagem do outro. Portanto, o que vai nos ajudar a identificar o que é fofoca é a intenção.

A fofoca é uma narração de um fato, em segredo, fazendo uso da astúcia e muitas vezes da maledicência. É um procedimento ardiloso. Poderíamos pensar em cilada, armadilha, traição, embuste, procedimento ardiloso. Alguém tecendo uma rede para complicar, confundir o outro. É importante pensar também no processo repetitivo, no qual se repete a informação, dando-lhe uma ênfase especial.

Comentários

comentários

Este conteúdo foi plublicado na(s) categoria(s) Amizade.
↑ topo