Quando os acontecimentos estão escapando das nossas mãos e do nosso controle, é na fé que nos apoiamos.

O que pode acontecer quando se perde a fé?

Fé. palavra simples e pequenininha capaz de comandar a nossa vida.

Corremos o risco de passarmos uma vida inteira – 30, 40, 50, 80, 100 anos – estudando, trabalhando, comprando, investindo, construindo, mas não pararmos para refletir sobre o nosso crescimento espiritual, sobre a nossa essência perdida na correria do dia a dia.

Ficamos tristes ao perder a carteira com dinheiro, o talão de cheque, o cartão de crédito, a casa própria (tão difícil adquirir e, por falta de pagamento, foi a leilão), o roubo do carro que foi comprado com tanto esforço. Mas como ficamos diante do alerta que a Palavra de Deus nos dá a respeito de perder a fé?

Escutamos tanto sobre qualidade de vida, defesa do meio ambiente, melhores condições financeiras, mas não ouvimos falar sobre a defesa da fé. O que pode acontecer com o ser humano sem a fé? Sem ela, o homem caminha em direção à sua própria destruição.


Assista: Basta-te a Minha graça (Padre Fabrício Andrade)


Famílias, sejam perseverantes na fé e não se agitem por nada, agarrem-se e ancorem-se na fé para não ficarem à deriva em meio às perdas. Mesmo que a sua casa esteja em meio ao caos, proclame a vitória diante do que humanamente é impossível.

Quando os acontecimentos estão escapando das nossas mãos e do nosso controle, é na fé que nos apoiamos. Ela é a bateria do ser humano, é uma palavra simples e pequenininha capaz de comandar a nossa vida.

Um carro sem bateria não funciona; o homem e mulher sem fé não conseguem dar passos perante os problemas da vida.

Só percebemos que a bateria está fraca quando acionamos a chave na ignição e o carro não funciona. Muitos de nós já vivenciaram isso! Quando acontece, chamamos alguém para nos ajudar a empurrar o carro e fazer pegar no tranco, mesmo sabendo que a melhor solução é colocar bateria nova!

Vivemos, muitas vezes, “aos trancos e barrancos”. Não esperemos a fé acabar para começar a “empurrar com a barriga”. Recarreguemos a nossa fé em Jesus, pois ela é alimentada na Bíblia, na Missa e na adoração, só assim continuaremos prontos para caminharmos em meio ao sufoco.

Cleto Coelho
Comunidade Canção Nova

 

:: Conteúdo extraido do livro “Tem jeito!” Adquira este material de evangelização em nossa Loja Virtual


Alessandra Borges

Sou jornalista, graduada na Universidade de Taubaté, localizada no Vale do Paraíba, em 2009. Escolhi esta profissão pela paixão por contar histórias da vida real e saber do que acontece ao meu redor, pois acredito que nascemos com o faro jornalístico e a vontade de fazer a diferença. Procuro me manter informada sobre os acontecimentos cotidianos e sobre novidades na forma de levar as informações às pessoas.

Comentários

comentários

↑ topo