Nínive ou Társis?

Senhor, o que queres que eu faça?…

Deus nos criou com o livre arbítrio. Sua intenção foi deixar-nos livres para decidir, receber ou rejeitar o poder do Seu amor. Começando a vida cristã, precisamos responder diariamente a pergunta: Quem está no controle da minha vida?
Não é fácil seguir a orientação de Deus e deixá-lo ser o Senhor da nossa vida. Muitas vezes pensamos saber o que é melhor para nós e colocamos em dúvida a Sua direção. Julgamos impossível realizar o que Deus nos pediu, mas se Ele pediu, é perfeitamente possível.

Talvez você esteja cansado de lutar contra Deus.É preciso conhecer a vontade dEle em sua vida e trabalhar com Ele e não contra Ele. Acabamos dizendo não à vontade de Deus em nossas vidas, e começa a lutar pelo poder. O profeta Jonas é o exemplo de alguém que luta contra Deus pelo poder. Jonas tinha ódio do inimigo de Israel, a Assíria, cuja capital era Nínive. A instrução do Senhor era: “Levanta-te, vai a Nínive, a grande cidade, e profere contra ela os teus oráculos, porque sua iniqüidade chegou até a minha presença” (Jn1,2)

Muitos de nós vivemos hoje o que Jonas viveu: a batalha de vontades: “Somos um Jonas” que sempre acha difícil dizer sim ao melhor que Deus tem para nós. Ele certamente questionou a Deus : “Senhor, Nínive? A capital dos Assírios? Não Senhor… Não podes estar pedindo isso de mim”. Por isso se rebelou contra Deus e fugiu para bem longe. Nínive estava situada a noroeste, à margem leste do rio Tigre. Em vez de ir para lá, Jonas fugiu para Jope, embarcou em um navio e partiu para Társis, era o lugar mais longínquo para Jonas fugir da presença de Deus.

Nós também temos nossas próprias “Társis e Nínive”. Társis é o lugar de fuga. Nínive é o lugar da obediência, da revelação da vontade de Deus para nós. O Vinícius e eu poderíamos ter voltado para São Paulo. Ele certamente conseguiria um novo trabalho e continuaríamos engajados na paróquia, no grupo de oração. Ele poderia tocar bateria, como tanto gosta, em algum ministério de música.

Para quem está em São Jose dos Campos, como estávamos, São Paulo é a direção contrária a Cachoeira Paulista, que significava a obediência a Deus, mas que exigia muito, pois era uma mudança radical para a nossa família. Durante cinco anos havíamos relutado para aceitar que aquela era a vontade de Deus. Eu estava feliz em me sentir família Canção Nova, em trabalhar como representante dessa Obra de Deus, mas Deus me chamava a trabalhar como alguém que dá a vida integralmente. Nínive é o chamado de Deus que ressoa em nosso coração para servi-lo, para sermos Seus escolhidos e Lhe darmos o primeiro lugar em nossas vidas. Você está fugindo de Deus?

Muitas pessoas fogem dEle sem sair do local em que estão.Alguns fogem para muitas direções, mas não sob a direção de Deus. Podemos fugir mesmo preenchendo nossa vida com coisas boas, só que não deixamos tempo para Ele. Társis pode estar dentro de nossa própria alma! Como Jonas, talvez você já tenha se rendido a Deus e esteja em Nínive cumprindo sua missão, mas ainda é um revoltado. Imagine, Jonas agora teria de mudar de atitude para com seus inimigos porque eles conseguiram o perdão de Deus. A oração que ele faz expressa o sentimento de raiva que estava em seu coração.

No final do livro de Jonas, não ficamos sabendo o que aconteceu com ele. Será que o motivo é para que nós escrevamos o final com a nossa própria vida? Você quer ser um comunicador do amor ou um comunicador do ódio, da vingança? Louvo a Deus porque Vinícius e eu não fomos para Társis, voltando para São Paulo, mas seguimos a orientação de Deus e fomos para Nínive: Cachoeira Paulista.

Jesus,dá-me a graça de ser perseverante em minha consagração, nunca me deixando correr a Tua frente, revoltada como Jonas.

Comentários

comentários

Este conteúdo foi plublicado na(s) categoria(s) Diversos.
↑ topo