A Sabedoria Divina

Afinal o que é a Sabedoria Divina? Tenho bem claro no meu coração que buscar a Sabedoria divina é bem diferente da sabedoria erudita, que aprendemos nas escolas. Meditando o livro do Eclesiástico podemos ver que a Sabedoria é quem nos leva a contemplar a graça de Deus e viver de acordo com sua vontade. É ela quem rege tudo e atrai todos para o essencial e absoluto que é Deus.

Não, a sabedoria que conhecemos das ciências, dos estudos, das experiências da vida não é ruim e nem deve ser desprezada. Ela é dom de Deus e deve ser usada para realizar o bem comum e para colaborar com Deus em seu plano Criador. Mas a sabedoria deste mundo corresponde às coisas deste mundo. E até pode nos ajudar a iniciar a busca da Sabedoria Divina.

Mas a Sabedoria Divina diz do sobrenatural, daquilo que a sabedoria humana jamais será capaz de explicar sem a graça divina, diz do meu e do seu interior, diz das coisas do espírito, daquele que é Infinitamente Incompreensível, mas que é ao mesmo tempo quer se revelar a nós diariamente e o faz por amor e misericórdia. É esta Sabedoria, e só ela quem pode nos conduzir para os caminhos do bem e sem ela não podemos perseverar no caminho de Deus. E ela é inesgotável, insondável, infinita. Quanto mais a buscamos, mais queremos e precisamos buscá-la, e mais experimentamos a satisfação de sermos felizes, mesmo nas adversidades.

De que me adianta saber tudo, se não compreendo o que é a misericórdia, não vivo o temor de Deus, não compartilho as virtudes e não tenho compaixão, não reconheço a minha sede de Deus e busco saciá-la na Verdadeira Fonte, que é Cristo?

De que me adianta conhecer as ciências todas se não busco conhecer Aquele que é onisciente? De que me adianta saber o como e o porquê, se não conheço quem é o Autor de todas as coisas e não o reconheço como Senhor da minha vida?

Olhando para a Cruz de Cristo e nos unindo a ela em nossos sofrimentos, encontramos a verdadeira Sabedoria: é por ela que tomamos conhecimento das mais sublimes atitudes, dos mais nobres sentimentos e dos mais profundos desejos de Deus para nós. É a Sabedoria que é loucura para o mundo, e quem a experimenta sabe que custa e dói muito buscá-la e viver segundo seus preceitos, mas vive a grata certeza de uma alegria inexplicável, sem igual, que nenhuma descoberta deste mundo pode proporcionar.

Em meio às nossas dúvidas e questionamentos, aproximemo-nos da Sabedoria Divina e “ela nos cumulará de um tesouro de alegria e júbilo” (Eclo 15,6a).

Comentários

comentários

Este conteúdo foi plublicado na(s) categoria(s) Diversos.
↑ topo