Saiba mais

A vida por trás dos jogos de desmaio

Brincadeira ganhou espaço nos grupos de amigos e agora passa a ser exibida no meio digital

Sem sombras de dúvida a vida é um contínuo movimento de mudanças e são justamente elas que vão colocando para fora o ser humano que está por vir. Desde a fecundação, ocorrem profundas mudanças em nossa vida: do sair do útero ao dar os primeiros passos, do balbuciar ao falar… Enfim, tudo é cercado por tremendas mudanças! A vida é tecida pelas mudanças e contínuas adaptações.

A vida por trás dos jogos de desmaio
Imagem ilustrativa – foto:Unsplash – ID:MABKNOYzda8

Mudanças de comportamento

Talvez depois da infância, a adolescência seja o momento da vida em que ocorrem as maiores e incríveis mudanças. Da criança para o adulto, que espaço promissor para elas [mudanças] acontecerem! Separação de suas famílias, perda do corpo infantil, perda do colo para conquistar o mundo, perda da segurança do amor dos pais para se aventurar no amor de um(a) outro(a). Processo necessário para o estabelecimento de suas próprias identidades. Esse processo é normal. Nesta hora, os amigos (incluindo namorados e namoradas), tornam-se os mais importantes instrumentos de afirmação e aceitação. É a época dos lutos e perdas e quem está ao nosso lado nos ajuda a elaborar tudo isso.

Quando falo aqui de “luto”, não quero dizer uma morte concreta, mas sim de uma morte psíquica e que precisa acontecer. Morre a criança para poder assim vir a tona o homem e mulher adulto, morre o corpo infantil para o firmamento de um corpo maduro. Estas alterações físicas mexem com a autoestima desses jovens. E essas alterações podem sobrecarregá-los ainda mais no processo de vir a ser. Nesta aventura, surge então os processos de elaboração de todas as “mortes” e “perdas” que estão a todo vapor.

Esportes, jogos, filmes, músicas e livros são tentativas de elaboração inconsciente que muitos adolescentes vivem. Na busca de um esporte radical, por exemplo, o jovem de forma inconsciente pode buscar a superação do limite do próprio corpo e assim elaborar o “limite” psíquico que vive. Por trás de uma altura imensa a ser superada, pode haver um imenso processo de maturidade acontecendo. Um medo superado externamente pode significar a superação de um medo interior.

Brincadeira que gera morte

Podemos analisar de forma mais atual o que ultimamente alguns adolescentes vivem nos chamados ‘jogos do desmaio’. “Brincadeira” que já ganhou espaço nos grupos de amigos e agora passa a ser exibida no meio digital. De inocente e leve, o “desmaio forçado” não tem nada. Esta interrupção temporária da respiração pressionando o peito ou o pescoço é capaz de provocar graves problemas e deixar marcas profundas e até um “desmaio sem volta” – a morte.

Na busca do estado alterado de consciência, estes jovens podem estar numa tentativa inconsciente de elaborar todas as “mortes” e “perdas” que a adolescência possui. Porém, não é um jogo “inocente” e as consequências podem ser sérias. É preciso estar ao lado destes jovens propiciando outras formas de elaboração de seus conflitos internos a fim de que possam dar vazão a pressão que vivem na busca de uma autoidentidade.

Leia mais:
.: Escolha bem o que seu filho assiste na TV
.: Os estragos da TV brasileira
.: Você tem coragem de desligar?
.: Evangelizar nas plataformas digitais

Mais que apontar o dedo, precisamos como sociedade nos questionar: por que estes jovens buscam neste jogo uma fuga da realidade? O que em suas consciências está tão pesado que necessita de alteração?

Pais, educadores e agentes de pastorais precisam cada vez mais propiciar espaços sadios para que estes adolescentes possam viver esta fase de tamanha turbulência, encontrando meios oportunos de elaboração de seus conflitos para, assim, se constituírem em adultos maduros e responsáveis pela vida que merece ser vivida!

Tamu junto.


Adriano Gonçalves

Mineiro de Contagem (MG), Adriano Gonçalves dos Santos é membro da Comunidade Canção Nova. Formado em filosofia e Psicologia. Atua na TV Canção Nova como apresentador do programa Revolução Jesus. É autor dos seguintes livros: “Santos de Calça Jeans”, “Nasci pra Dar Certo!”, “Quero um Amor Maior” e ” Agora e Para Sempre: como viver o amor verdadeiro”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.