Vida saudável

É possível envelhecer bem com saúde e felicidade

Confira algumas dicas importantes para envelhecer bem

Envelhecer não é um processo fácil. Geralmente, quando são adolescentes ou estão na flor da juventude, as pessoas têm uma certa “pressa” de ficar mais velho, na esperança de alcançar maior liberdade, mais possibilidades e mandar no “próprio nariz”. Porém, quando chega o fim da juventude, lá pelos 30 anos, o corpo já começa a dar sinais de que alcançou o ápice da forma física. O metabolismo e a mobilidade começam a entrar num processo de “desconstrução”. Basta vermos como os atletas aposentam-se, geralmente, por volta dessa idade.

e_possivel_envelhecer_com saude_e_felicidadeCopyright: AleksandarNakic

Embora não seja necessariamente um idoso aos 30 anos, a pessoa que chega a três décadas de vida já começa a perceber maior dificuldade em manter a forma (e há quem culpe o casamento: “Casou-se e engordou!”). Naturalmente, perde-se massa muscular e ganha-se gordura. Os reflexos já não são mais como antes e a agilidade em certas tarefas vai, aos poucos, diminuindo.

Envelhecer bem

Não é só o corpo que envelhece. A partir dessa idade, nota-se também que a facilidade com os meios modernos não é a mesma, por causa das novas tecnologias que surgiram no último ano.

Antes, era você quem ensinava os mais velhos; hoje, o que é simples a uma criança, para você é “coisa de outro mundo”. Os conceitos, o modo de se fazer as coisas e até alguns valores entram em choque com a nova geração. É inevitável!

O natural é que todos venhamos a envelhecer, mas o que pode ser feito para envelhecermos bem?

Permita-se ter imperfeições

Cultuar a própria aparência e classificar-se por um padrão de beleza midiático é loucura.

A pessoa que julga conseguir tudo por causa da sua beleza é um sério candidato a ser um dependente da boa aparência, para sua autoafirmação; ou ser aquele que “se mata” na academia, porque não admite nenhuma gordurinha a mais. Esses vão ficar malucos quando surgirem as primeiras rugas.

Leia mais:
.: O envelhecimento não abre exceções para ninguém
.: Vivendo a terceira idade
.: Atividades físicas
.: Boa alimentação, o segredos para uma vida saudável

Uma hora ou outra, todo mundo vai perder o viço da juventude; entretanto, é possível continuar bonito mesmo com o passar dos anos, desde que aceitem o que é próprio da idade.

O que temos de ter em mente é que não somos só o que a aparência demonstra. Se nos qualificarmos somente pela beleza, o mundo nos qualificará assim também, pois essa será a única coisa com a qual nos apresentamos.

Seja uma pessoa mais agradável

Não reclame tanto, veja o lado bom das coisas, cultive o bom humor, seja grato com todos, mesmo com aqueles que estão fazendo o que lhes é obrigação. Informe-se, saiba conversar sobre vários assuntos e leia mais.

Segundo a assistente social Maria Carmem Alvarenga, coordenadora do Programa de Extensão Universitária Participação e Cidadania para Pessoas Idosas, da Universidade Federal Fluminense, “não é o envelhecimento que me faz ser ranzinza e autoritária; provavelmente, eu já tinha essas características. E vou envelhecer assim se não me questionar. Conheço idosas que são meninas alegres, e meninas que são velhinhas ranzinzas”, destaca.

O número de primaveras vividas tende a piorar o que temos de pior. Fique atento a isso.

Cuide da sua saúde

Como relatamos no início, o seu metabolismo se tornará mais lento após os 30 anos, ou talvez antes disso. Portanto, é essencial a pessoa manter hábitos saudáveis na alimentação, fazer uma reeducação alimentar a cada quatro ou cinco anos mais ou menos e praticar exercícios. Se você não gosta de ir à academia, comece fazendo uma atividade que seja agradável, como futebol, dança ou caminhada na praça. E não deixe de ir quando não sentir vontade. Force-se um pouco, pois, depois de algum tempo, seu corpo começará a pedir a atividade. Mexa-se!

Faça checkup médico a cada ano. Não descuide de sua pele, proteja-se do sol, beba água e durma bem.

Tenha paciência com si mesmo

Não fique se martirizando se você não está por dentro da última novidade tecnológica ou se não compreendeu a nova gíria do seu filho com os amiguinhos dele (quando ele disser, por exemplo, “lacrou” ou “véi, na boa!”). Ninguém é obrigado a saber tudo.

Se você se percebe mais lento nos movimentos, assimile e assuma essa condição. Se antes você demorava dez minutos para fazer uma atividade ou percurso, programe quinze minutos para fazer o mesmo caminho. Se seus reflexos não respondem como antigamente, vá com mais cuidado.

A sua habilidade num esporte não é a mesma? Continue praticando, quem sabe, com uma nova turma, gente da sua faixa etária ou mesmo com os mais novos, mas sem se cobrar quanto ao desempenho.

Sua destreza com as novas informações e tecnologias, como chegar a um endereço já não é a mesma? Antigamente tínhamos mapas; hoje, temos GPS. Antigamente, guardávamos nossos arquivos num pendrive; hoje, nós os colocamos nas nuvens. Se as coisas mudaram, tente adaptar-se a elas. Se não conseguir, fique com o que é mais confortável para você.

Dê tempo para as coisas importantes da vida

Nem só de trabalho vive o homem e a mulher. Muitas vezes, trabalhamos tanto que não encontramos um momento para usufruir dos frutos do nosso ofício.

Quanto tempo você tem dado à sua família? Na boa vontade de levar o conforto para os que amamos, corremos o risco de não convivermos com eles tempo suficiente, para que se sintam amados. Só aquilo que é material não basta, é preciso dar também o afeto.

Pare um pouco, dê de si para as pessoas ao seu redor. Coisas simples do dia a dia costumam marcar o coração dos filhos e do cônjuge muito mais do que presentes caros.

Também é importante lembrar: saia do automático, daquelas atitudes condicionadas, que nem pensamos para fazer. A pessoa que está sempre com pressa, que a toda hora tem um compromisso importante, perde qualidade nos relacionamentos, não vê oportunidades à sua frente, não sabe contemplar as belezas à sua volta e seus dias ficam cada vez mais curtos.

Programe seus descansos, seus momentos de relaxar e fazer o que gosta. Eles são essenciais para uma melhor qualidade de vida. Essas lembranças você as trará sempre consigo.

Vista-se de acordo com a sua idade

Nada mais inapropriado do que a mãe “trintona” usando trajes que nem a filha adolescente usaria; e o cara grisalho de calça skatista.

Acredite! Tentar disfarçar a idade adotando um visual “jovenzinho” só evidência ainda mais as várias dúzias de velinhas que você já assoprou e a sua falta de noção. Suas roupas, o modo como você se veste são seu cartão de apresentação.

Você pode estar na moda usando um dos vários estilos que servem para seu DNA (Data de Nascimento Antiga).

Tenha uma vida de intimidade com Deus

Ele é o autor da vida e mantém em nós a esperança nesta vida e na vida futura. Sem Ele passamos a ter medo, até pavor, de sentir que as forças do nosso ser estão se esvaindo.

Todo e qualquer processo de envelhecimento, de aceitação e amor a si mesmo é sempre melhor gestado em nós.

Enfim, envelhecer envolve não somente o corpo, a aparência física, mas, acima de tudo, o coração e a alma da pessoa. Se você está bem de cabeça e de coração, com certeza tem tudo para continuar gostando de si mesmo e envelhecer bem.

envelhecer_com_deus

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.